Willians, do Corinthians

Volante trocado por Marciel até o fim do ano busca espaço no elenco do Corinthians (Foto: Daniel Augusto Jr)

Gabriel Carneiro e Rodrigo Vessoni
01/09/2016
07:00
São Paulo (SP)

Por algum período, o Corinthians desistiu de contar com Willians. Sem espaço entre os titulares e pouco acionado por Tite ou Cristóvão Borges no Campeonato Brasileiro, o herdeiro da camisa 5 de Ralf teve o comportamento contestado internamente em razão de pequenos atrasos e rendimento abaixo do esperado nos treinamentos. O volante chegou a ficar um mês sem jogar, mas voltou ao Timão nesta quarta-feira, na partida contra o Fluminense, e atuou por 12 minutos após a saída de Camacho. Tempo suficiente para marcar sua volta por cima após uma importante conversa que teve nos bastidores.

Na última semana, a insatisfação com a conduta do volante de 30 anos fez com que dirigentes e comissão técnica buscassem o diálogo para entender suas razões. Os argumentos dos profissionais do Corinthians para rebater a desmotivação de Willians e cobrar compromisso foram a perspectiva de novas oportunidades a partir do início da Copa do Brasil e especialmente as saídas de dois volantes titulares em menos de duas semanas: Bruno Henrique, vendido ao Palermo (ITA), e Elias, negociado com o Sporting (POR). Agora, Willians deve ter mais espaço.

Willians foi contratado pelo Corinthians no início da temporada, em troca por empréstimo com o Cruzeiro, que levou Marcial, mas jamais teve uma sequência como titular. Ele só havia atuado em 16 das 50 partidas do ano. No Brasileirão o cenário piorou, pois foram apenas três jogos (cinco minutos contra o Botafogo, três minutos diante do Santa Cruz e dez contra o América-MG, em 29 de junho) e diversos jogos sem nem sequer ser relacionado. A impressão é de que tudo mudou a partir desta quarta-feira.

- Pensei muito nos últimos dias e minha cabeça está boa para me dedicar ao máximo ao meu trabalho. Estar em um clube como o Corinthians é um privilégio de poucos e não posso decepcionar todos que apostaram em mim - desabafou o volante do Corinthians, por meio de sua assessoria de imprensa.

Hoje, Willians é uma das poucas opções de Cristóvão na função mais defensiva do meio-campo. Além dele, há apenas Cristian, que se firmou como titular, Camacho, que substituiu Elias, e Jean, recém-contratado do Paraná. A perspectiva é de mais espaço ao camisa 5.