Gabriel Carneiro
07/11/2016
17:27
São Paulo (SP)

Denúncias de empresários, suspeitas de contratos irregulares, troca no homem forte da diretoria... A turbulência interna nas categorias de base do Corinthians pode ter respingado no desempenho das equipes em campo. De 22 competições já disputadas até o momento em 2016, o Timão conquistou quatro títulos. Neste fim de semana, nova marca negativa: a última categoria que resistia na disputa do Campeonato Paulista de base foi eliminada e fez o clube dar adeus à chance de disputar qualquer decisão das competições.

Apenas o time sub-13 ainda estava na luta pela conquista do Campeonato Paulista, mas dois empates em 0 a 0 com o Palmeiras nas semifinais deram a vaga na decisão ao adversário, que tinha melhor campanha até então. O sub-11 já havia sido eliminado nas oitavas de final, o sub-15 nas quartas, o sub-17 logo na terceira fase e o sub-20 nas oitavas de final. É a primeira vez em sete anos que nenhuma categoria de base do Corinthians estará nas finais do Campeonato Paulista.

Até o momento, a maior glória da base do Timão em termos de competição é a Copa do Brasil sub-17. As outras três conquistas foram as seguintes: Copa Paulista sub-13, Campeonato Base Brasil 2020 no sub-14 e Desafio Brasil-Japão sub-15. No sub-20, a principal categoria, foram cinco torneios disputados até o momento: Copa São Paulo (vice-campeão), Nike Academy Cup (quarto colocado), Brasileiro sub-20 (vice-campeão), Paulista sub-20 (eliminação nas oitavas de final) e Copa do Brasil sub-20 (eliminação nas oitavas de final).

O time júnior é justamente um dos que ainda pode salvar o ano com a disputa da Copa Federação Gaúcha de Futebol, a Copa RS, em dezembro. O sub-15 também joga a BH Cup no mesmo mês.

O ano de turbulências e polemicas do Corinthians nos bastidores da base causou a saída de José Onofre De Souza Almeida e a contratação de Fausto Bittar Filho, que assumiu a diretoria das categorias no início de setembro.