Andrés Sanchez

Andrés Sanchez falou sobre a Arena Corinthians  (Foto: Eduardo Vianna)

RADAR/LANCE!
08/11/2016
23:11
São Paulo (SP) 

O ex-presidente do Corinthians, Andrés Sanchez foi o entrevistado do programa "Bola da Vez", do canal ESPN na noite desta terça-feira e falou sobre as polêmicas da Arena Corinthians. Para ele, muitas coisas que são publicadas não são verdades, como por exemplo, que a manutenção e operação da Arena custam R$ 2,7 milhões/mês, quase 60% da bilheteria

- Não é verdade. O Corinthians não põe um tostão no estádio. Quem paga o estádio é a própria receita do estádio. O Corinthians abre mão dos 6, 7, 8 milhões que recebia de receitas do Pacaembu. No melhor ano, entrou 12 milhões. Não é verdade que o time está fraco porque tem um estádio.

- E todos os movimentos feitos no estádio foram aprovados. Todo mundo sabia que tinha que pagar o estádio. Ficou um pouco mais ardido? Tudo bem! Vamos ver e vamos pagar - completou.

Andrés assumiu que a Arena melhorou a estrutura do Timão e disse que único arrependimento nesses anos foi ter sediado a Copa do Mundo de 2014.

- Ficou muito mais caro. A Fifa exigiu overlay, a prefeitura disse que ia pagar e não pagou. Você tem que fazer todo o entorno do estádio e o Corinthians teve que arcar com tudo isso aí - disse.