Bruno Cassucci
12/06/2016
19:13
São Paulo (SP)

A caminho do Porto, Felipe disputou sua última partida pelo Corinthians na tarde deste domingo. A derrota no clássico contra o Palmeiras passou longe da despedida pretendida pelo zagueiro, mas apesar da tristeza, o camisa 28 preferiu exaltar a evolução e as conquistas que alcançou no clube alvinegro depois da partida. 

O defensor deixou o campo abatido e ficou ainda mais emocionado no vestiário, quando chorou ao dar adeus a seus companheiros.

- Foi minha despedida, sim. É ruim sair perdendo, fica um sentimento meio amargo, mas estou feliz pelo bom trabalho que fiz no Corinthians. O clube me acolheu, criei uma família. Vou continuar seguindo o Timão. Mas agora é dar continuidade no próximo clube - projetou o jogador.

Em sua última partida, Felipe foi protagonista de um lance polêmico com Fernando Prass. O árbitro Raphael Claus viu falta do defensor em cima do goleiro após dividida pelo alto. Na sequência, já com o jogo paralisado, Bruno Henrique mandou para as redes. O lance provocou muitas reclamações por parte dos alvinegros. O camisa 28, que estava impedido, não acha que tenha cometido uma infração. 

- Foi uma bola dividida normal, nem olhei o Prass - resumiu. 

Felipe deve viajar nos próximos dias para Portugal, já que o Porto inicia sua pré-temporada no dia 28 de junho. A equipe lusa pagará R$ 24 milhões ao Timão, que ainda seguirá com 25% dos direitos econômicos do atleta.

Contratado pelo Timão no fim de 2011, o zagueiro põe fim à uma vitoriosa passagem: conquistou as taças do Mundial-12, Paulistão-13, Recopa-13 e Brasileirão-15. Após o Dérbi, o técnico Tite rasgou elogios ao defensor. 

- Meu lado emocional aqui bate... O Felipe é um cara que dignificou a camisa do Corinthians. Afora o seu trabalho, reverteu um ganho financeiro ao clube. Veio do Bragantino e além dos títulos está dando grana ao clube. Ele foi digno de vestir a camisa do Corinthians - completou o treinador.