Bruno Cassucci e Felipe Bolguese
14/12/2015
15:37
São Paulo (SP)

Um dos destaques do Corinthians na conquista do Campeonato Brasileiro, o meia Jadson está de saída do clube. O Timão recebeu a proposta de 5 milhões de euros (cerca de R$ 21,45 milhões) do Tianjin Songjiang, da China, e já está formulando o contrato de venda do atleta.

O valor corresponde à multa contratual do jogador. Assim, como o camisa 10 aceitou a oferta asiática, a diretoria corintiana nada pôde fazer. O Timão ficará com 30% do valor da transação, aproximadamente R$ 6,4 milhões. O restante será dividido entre o próprio atleta e seu empresário, Marcelo Robalinho.

No início do ano o camisa 10 já havia recebido uma proposta do futebol chinês. Na ocasião, por ainda não ter conquistado um título pelo Corinthians e por outras questões pessoais, ele decidiu permanecer no Corinthians. Foi quando prorrogou seu vínculo com o Timão por mais oito meses e ganhou aumento salarial.

Ao contrário do que aconteceu em fevereiro, porém, o lado financeiro agora pesou para o armador, de 32 anos, aceitar a oferta asiática. Ele já não alimenta esperanças de voltar à Seleção Brasileira e acredita que este pode ser seu último grande contrato da carreira. O fato de já ter levantado uma taça pelo Corinthians também contribuiu para ele tomar esta decisão.

Jadson deve firmar vínculo de duas temporadas com o Tianjin Songjiang e receber um salário quase quatro vezes maior do que o atual.

O camisa 10 curte férias e viajou no último final de semana ao Nordeste, mas já cuida dos detalhes de sua mudança para a China. A pessoas próximas, ele afirmou que a proposta do Tianjin Songjiang Songjiang foi irrecusável.

A equipe asiática contratou recentemente o técnico Vanderlei Luxemburgo e também o atacante Luis Fabiano, do São Paulo. Além de Jadson, mais um brasileiro deve reforçar o Tianjin em 2016.

Contratado no ínicio de 2014, em troca com Alexandre Pato, do São Paulo, Jadson fez 103 jogos e 24 gols com a camisa alvinegra.