Estádio Lujniki: México 1 x 0 Alemanha - Público: 78.011 pessoas

Estádio Lujniki antes da estreia entre Alemanha e México, domingo último (Foto: AFP/MLADEN ANTONOV)

LANCE!
21/06/2018
12:51
Moscou (RUS)

Não teve apelo de Federação Mexicana de Futebol (FMF) e do ídolo Chicharito Hernández que desse jeito. Na última quarta-feira, o Comitê Disciplinar da Fifa anunciou que a entidade futebolística do México fora multada em 10 mil francos suíços (R$ 37 mil) por conta de gritos homofóbicos da torcida na Rússia.

O lamentável fato envolvendo os mexicanos acabou ocorrendo no domingo, na estreia diante da Alemanha, no Estádio Lujniki, em Moscou (RUS) - cujo resultado foi uma surpreendente vitória da La Tri, que foi muito bem, por 1 a 0, com gol de Lozano, pelo Grupo F da Copa do Mundo. 

Também na quarta, Chicharito chegou a ir ao seu Instagram fazer um apelo. 

- Para todos os torcedores mexicanos nos estádios, não gritem 'puto'. Não vamos arriscar outra sanção - escreveu Chicharito.

O episódio, que ocorre quando o goleiro adversário cobra o tiro de meta, foi escutado em duas oportunidades ainda no primeiro tempo da partida, que terminou com vitória do México por 1 a 0, gol anotado por Lozano

Antes desta edição da Copa do Mundo, a Federação Mexicana criou uma cartilha para os torcedores informando sobre os riscos que esse tipo de atitude poderia acarretar. No entanto, pelo menos no primeiro jogo do país na Rússia, o esforço acabou sendo em vão.

NOVO APELO DA FEDERAÇÃO