Jackson Irvine, da Austrália

Jackson Irvine, durante coletiva em Kazan (Foto: SAEED KHAN / AFP)

LANCE!
13/06/2018
15:49
Kazan (RUS)

A França é a grande favoria no Grupo C e uma das mais cotadas para levantar o troféu da Copa do Mundo pela segunda vez em sua história. Apesar disso, o meio-campo Jackson Irvine garante que a Austrália tem experiência o suficiente para jogar contra oponentes fortes.

- Vimos isso no ano passado na Copa das Confederações. Não mostramos receio contra essas equipes e nos saímos bem contra os melhores times do mundo. Temos que repetir isso contra a França. Sabemos que será um grande teste e estamos prontos - afirmou o jogador.

Os jogadores da Austrália revelaram que o técnico holandês Bert Van Marwijk tem usado o exemplo do Atlético de Madrid. Isso porque a equipe espanhola tem conseguido superar algumas equipes com maior investimento pela consistência tática.

- Estamos focados em nós mesmos. Estamos planejando jogar de uma maneira em que não vai importar como os adversários atuem. Vamos ter nossas próprias maneiras de chegar ao ataque – falou Irvine.

Irvine chegou a defender a Escócia nas categorias de base, mas optou por defender os Socceroos no profissional. Seu pai é escocês e o atleta atuou de 2009 a 2016 com as cores do país.

- Foi muito difícil, mas hoje estou muito feliz com as minhas escolhas - comentou.

Com um cabelo grande e considerado como um dos mais bonitos da Copa do Mundo, Jackson Irvine foi para a coletiva com o cabelo solto e brincou que queria "usar um estilo diferente". Ele ainda revelou que Trent Sainsbury, defensor australiano, pediu para raspar seu cabelo.

- Ele tentou me convencer que, se eu marcar um gol, ele pode raspar minha cabeça depois da partida. Eu não concordei muito ainda, faz parte de mim, me apaguei ao cabelo, não posso vê-lo indo a lugar algum tão cedo - disse.