Bernardo Cruz e Léo Saueia
22/09/2016
00:15
Rio de Janeiro (R)J

Vasco e Santos empataram por 2 a 2, em São Januário, e o Peixe ficou com a vaga nas quartas de final da Copa do Brasil. O volante Thiago Maia foi o destaque da equipe ao dar assistência para o Copete no primeiro gol e fazer uma série de desarmes. Do lado vascaíno, o melhor foi o zagueiro Luan, exímio na marcação. Confira as notas!

VASCO

5,0
MARTIN SILVA

Saiu errado no cruzamento que resultou no gol do Santos. No geral fez uma partida regular.

6,5
YAGO PIKACHU

Figura constante no ataque, participou das principais jogadas vascaínas na partida.

5,0
RODRIGO

Fazia partida regular, mas foi infeliz ao tentar o cruzamento e fazer o gol contra.

7,0
LUAN

Foi um leão nos desarmes, como na jogada que originou a virada cruz-maltina no segundo tempo.

5,0
JULIO CESAR

Errou o bote no lance do gol. Deixou espaços na defesa. Saiu no segundo tempo.

4,0
DIGUINHO

Sempre atrasado na marcação. Foi envolvido pelos jogadores do Santos. Saiu no intervalo.

5,0
DOUGLAS

Oscilou muito. Quase entregou um gol para o Santos na etapa final. Mas tem crédito.

4,0
ANDREZINHO

Não teve o desempenho esperado. Pouco efetivo nas bolas paradas e na criação. Expulso no fim.

6,5
NENÊ

Marcou um belo gol. Mesmo com erros, foi perigoso e principal articulador de jogadas.

6,5
JUNIOR DUTRA

Fez grande jogada no gol de Nenê. Mostrou espírito de luta e foi um dos melhores do Cruz-Maltino.

6,0
ÉDERSON

Boa movimentação, fez um gol oportunista, mas perdeu uma chance inacreditável.

5,0
MADSON

Entrou no intervalo e foi pouco efetivo nas jogadas ofensivas. Correto na defesa.

6,0
ALAN CARDOSO

Teve boa participação, melhorando o lado esquerdo. Ganha espaço na rotação da equipe.

6,0
THALLES

Participou do segundo gol do Vasco, mas no geral teve atuação bem tímida.

6,0
JORGINHO

Arriscou com Diguinho para manter o esquema, mas o Vasco melhorou com as substituições.

SANTOS

5,5
VANDERLEI

Traído pelo desvio de Ferraz, não teve culpa no gol de Nenê. Inseguro em outras finalizações

5,0
VICTOR FERRAZ

Os dois gols do Vasco aconteceram em suas costas. Sobe muito ao ataque e deixa espaço atrás.

6,0
LUIZ FELIPE

Abaixo do companheiro, mas sem comprometer. Cavou expulsão de Andrezinho no fim do jogo.

6,5
GUSTAVO HENRIQUE

Vinha fazendo enorme partida até falhar no segundo gol do Vasco, mas não se abalou com o erro.

6,5
ZECA

Conseguiu segurar bem os avanços de Nenê por seu setor. No ataque, também apareceu como opção.

7,0
THIAGO MAIA

Melhor em campo. Linda jogada e assistência para Copete, desarmes no meio e boa saída de bola.

6,0
RENATO

Alguns erros de passe e lançamentos forçados, mas na marcação fechou bem os espaços.

6,0
LUCAS LIMA

Apesar da má fase, não se omitiu e buscou jogo o tempo inteiro. Aos poucos volta à melhor forma.

5,0
VITOR BUENO

Aberto pela direita, praticamente não foi ao ataque. Não arriscou nenhum chute, sua maior virtude.

6,5
COPETE

Abriu o placar logo no início, mas depois caiu. Depende exclusivamente da perna esquerda.

4,5
RODRIGÃO

Tendo que sair da área para buscar jogo, não foi bem. Erros de domínio, passe e finalizações.

5,5
JOEL

Perdeu gol ridículo em sua primeira chance, mas depois – impedido – conseguiu se redimir no terceiro gol.

6,0
ELANO

Entrou para preencher espaços no meio e conseguiu cumprir seu papel. Não errou passes.

6,0
DANIEL GUEDES

Mesmo com “jogo ganho’, substituiu Ferraz no fim da partida e não deu mais espaços na direita.

6,0
DORIVAL JÚNIOR

Time tinha vantagem e, mesmo assim, sofreu pelos próprios erros. Defesa precisa se reencontrar.