LANCE!
20/10/2016
00:08
São Paulo (SP) 

O argentino Ábila e o uruguaio Arrascaeta foram os principais personagens do triunfo do Cruzeiro por 4 a 2 sobre o Corinthians, pelas quartas de final da Copa do Brasil. No Timão, o destaque foi Rodriguinho. Confira as notas:

CRUZEIRO 

5,5
RAFAEL

Não teve culpa nos gols, mas também não realizou defesas difíceis na partida.

6,0
LUCAS

Ficou sobrecarregado em alguns momentos no primeiro tempo, mas não chegou a comprometer.

5,5
LÉO

Ficou perdido na marcação em alguns lances, principalmente no primeiro tempo.

6,5
BRUNO RODRIGO

Teve problemas na marcação, mas apareceu bem no ataque e fez o terceiro gol.

5,0
EDIMAR

Não prestou atenção em Rodriguinho, que subiu e marcou. Também bobeou no segundo gol do Corinthians. 

6,0
HENRIQUE

Conseguiu desarmar pelo meio de campo e não se complicou nas saídas de bola.

6,0
LUCAS ROMERO

Teve uma atuação discreta: fechou os espaços pelo meio e foi correto na transição ao ataque.

7,5
ROBINHO

Deu boa enfiada para Arrascaeta no primeiro gol e cobrou o escanteio do terceiro e a falta do quarto.

6,0
RAFAEL SOBIS 

Participou das jogadas e levou perigo em dois chutes. Não conseguia voltar para ajudar atrás.


RAFINHA

Sentiu lesão e teve de ser substituído aos seis minutos do primeiro tempo.

8,0
ÁBILA

Marcou dois gols, movimentou-se para abrir espaços e participou de grande parte das jogadas

7,5
ARRASCAETA

Cruzou no primeiro gol, sofreu o pênalti e fez o quarto. Perdeu ótima chance em contra-ataque.

5,5
ARIEL CABRAL

Entrou, levou um cartão amarelo e depois o Cruzeiro fez o quarto. Pouco participou do jogo.


ALISSON

Entrou aos 42 minutos do segundo tempo. Fica sem nota.

6,5
MANO MENEZES

Fez bem em optar por Arrascaeta quando Rafinha se lesionou. Time mostrou calma na etapa final.

CORINTHIANS

5,5
WALTER

Não teve culpa em nenhum dos gols. Seguro quando exigido, fez ótima defesa em chute desviado.

5,0
FAGNER

Perdeu a bola que resultou no primeiro gol. Foi pouco ao ataque, mas serviu Rildo no segundo gol.

4,5
PEDRO HENRIQUE

Afobado, espanou algumas bolas e foi ingênuo no lance do pênalti. Um pouco perdido nas bolas aéreas.

5,5
BALBUENA

Também cometeu falhas, mas foi melhor que o seu companheiro. Fez bons desarmes por baixo.

6,0
UENDEL

Além de cruzamento preciso para gol de Rodriguinho, evitou contra-ataque perigosíssimo. Eficiente.

5,5
CAMACHO

Ficou sobrecarregado e cometeu mais erros que o habitual. Deu ótimo lançamento no segundo gol.

5,0
GIOVANNI AUGUSTO

Mais uma atuação apagada. Parece render menos por dentro. Nervoso, criou e chutou pouco.

7,0
RODRIGUINHO 

Foi o melhor do Corinthians. Distribuiu passes, fez gol e quase marcou em chute de fora da área.

5,5
ROMERO

Mandou bola na trave no segundo tempo, atuou em várias posições, mas chutou pouco. Ajudou atrás.

5,0
MARQUINHOS GABRIEL

Apagadíssimo (como tem sido praxe). Ficou isolado na ponta e participou pouco da partida.

6,0
GUILHERME

Foi muito bem no lance do primeiro gol, começando a jogada. Rendeu mais fora da área. Não merecia sair.

5,5
MARLONE

Aberto pelo lado esquerdo, deu novo fôlego ao ataque corintiano, mas não criou muito.

5,5
LUCCA

Entrou com o time desesperado e foi discreto. Recebeu poucas bolas.

6,5
RILDO

Mostrou estrela e balançou as redes logo depois de entrar. Se entregou no pouco tempo em campo.

5,5
OSWALDO OLIVEIRA

Teve ótima leitura de jogo e mexeu bem taticamente no primeiro tempo, mas errou ao substituir Guilherme.