Paulo Victor Reis e João Pedro Granette
17/08/2017
00:18
Rio de Janeiro (RJ)

Numa partida marcada pelo equilíbrio, Botafogo e Flamengo ficaram no empate sem gols na noite desta quarta-feira, no Nilton Santos. Com o placar zerado, o sistema defensivo dos clubes foram os destaques do primeiro duelo da semifinal da Copa do Brasil. Confira, a seguir, as notas do LANCE! para jogadores e técnicos.

BOTAFOGO

6,5
Gatito
Vacilou ao soltar uma bola no pé de Berrío, mas recuperou-se rapidamente e fez uma ótima defesa. Esteve bem na partida.

6,0
Luis Ricardo
Esteve seguro na marcação e não deu muitos espaços ao perigoso Everton. No ataque, porém, ficou devendo e não deu ajudou muito.

4,5
Carli
O xerifão do Botafogo fazia uma boa partida, mas esqueceu de jogar bola para tentar apitar o jogo e foi expulso infantilmente. Pega leve, Carli!

6,5
Igor Rabello
Esteve atento e bem no jogo aéreo. Segurou o ímpeto do Flamengo em algumas ocasiões e passou segurança ao goleiro Gatito.

5,5
Victor Luís
Fez o seu papel na defesa, mas não apareceu no ataque como de costume. Faltou avançar um pouco mais e fazer cruzamentos.

6,5
Rodrigo Lindoso
Fez alguns bons desarmes e deu tranquilidade ao time alvinegro. Não se intimidou diante dos homens de criação de Flamengo.

5,5
Matheus Fernandes
Apareceu pouco na partida. Com o talento que tem, poderia ter chamado mais o jogo e participado mais vezes. Pode fazer melhor.

6,0
Bruno Silva
Mais uma vez, levou perigo ao adversário quando acionado. Esteve melhor no primeiro tempo, mas depois caiu de rendimento.

6,0
João Paulo
Mostrou qualidade no passe, mas faltou a jogada para fazer a diferença. Esteve longe de ser anulado e lutou em meio aos marcadores.

5,5
Rodrigo Pimpão
Muita raça e entrega, como de costume. Porém, não conseguiu ser eficaz na função ofensiva. Pode ser mais importante no jogo de volta.

5,5
Roger
Faltou caprichar nas poucas chances que teve. Nula delas, errou no domínio. Deu trabalho aos adversários, mas faltou o gol.

5,5
Guilherme
Não conseguiu dar velocidade ao time como sempre faz. Pode ser muito mais perigoso contra zagueiros mais velhos, como os do Flamengo.

5,5
Gilson
Entrou improvisado como meia, mas não conseguiu ajudar na parte ofensiva. Tentou puxar alguns contra-ataques sem sucesso.


Marcelo
Entrou nos minutos finais e teve muito pouco tempo para mostrar serviço. Por isso, fica sem nota desta vez.

6,0
Jair Ventura
O time alvinegro teve uma atuação razoável. O ponto positivo foi a segurança na defesa. Contudo, faltou criatividade e poder ofensivo.

FLAMENGO

3,5
Alex Muralha
Não teve muito trabalho, mas ainda sim correu alguns sustos desnecessários nas saídas de bola. No fim, ainda levou cartão vermelho.

6,0
Rodinei
De volta ao time titular, o camisa 2 foi bem na parte defensiva, tirando
espaços de Rodrigo Pimpão. No ataque apareceu menos que o comum.

6,0
Réver
O capitão não ofereceu perigo e teve atuação muito segura no Nilton
Santos. O zagueiro conseguiu cortar algumas bolas importantes.

6,5

Juan
Atuando no lugar de Rhodolfo, Juan mostrou que vai brigar por vaga no
time de Rueda. O experiente zagueiro ganhou todas pelo alto de Roger.

5,5
Renê
Após péssima atuação defensiva de Trauco, Renê ganhou chance e não
comprometeu durante os noventa minutos no Nilton Santos.

6,5
Cuéllar
Camisa 26 ganhou moral com a chegada de Rueda e teve boa atuação. Se
movimentou muito e conseguiu roubas bolas no campo de defesa.

6,0
William Arão
Formando dupla com Cuéllar, apareceu bem como elemento surpresa no
ataque e arriscou algumas jogadas individuais. Na defesa, não falhou.

5,0
Berrío
Com a ausência de Everton Ribeiro, o colombiano ganhou chance no time
titular, mas não aproveitou. Atuação apagada do camisa 28.

6,5
Diego
Homem de criação do Flamengo teve marcação pesada, mas conseguiu
se movimentar bem e distribuir o jogo. Quase marcou cobrando falta.

5,5
Everton
Um dos principais pontos fortes do Flamengo não estava em noite
inspirada. Arriscou algumas jogadas, mas errou quase tudo que tentou.

4,5
Felipe Vizeu
Sozinho no ataque, o camisa 47 passou praticamente 90 minutos
assistindo o jogo. Tentou brigar, mas ficou muito isolado.

5,5
Márcio Araújo
Entrou e se lançou ao ataque, mas falta qualidade na hora do passe. Na
defesa não deu sustos e tentou cadenciar o jogo.


Vinicius Jr
Entrou, ficou poucos minutos em campo e acabou substituído por Thiago
após a expulsão de Alex Muralha.


Thiago
Entrou na reta final de partida e não teve nenhum trabalho. Jogo ficou
truncado nos meio-campo e ambas as equipes não atacaram mais.

5,5
Reinaldo Rueda
Em sua estreia, montou um time estava mais interessado no empate do
que fazer gols fora de casa. Alterações não surtiram efeito positivo.