Colômbia e Chile

Chilenos conseguiram construir placar antes do jogo ser interrompido e estão na final da Copa América(Foto:Divulgação/Twitter Oficial da Copa América)

RADAR/LANCE!
23/06/2016
01:15
Chicago (EUA)

Mesmo com uma forte tempestade em Chicago, na noite desta quarta-feira, o Chile venceu a Colômbia por 2 a 0 e está na final da Copa América pela quarta vez em sua história. Jogando no Soldier Field, a Roja marcou com Aránguiz e Fuenzalida. Partida ficou paralisada um bom tempo, por conta de uma forte tempestade que obrigou os organizadores a interromperem a partida antes da volta para a etapa final. Finalistas são os mesmos da edição do ano passado.

Chile e Argentina repetem decisão da última final da Copa América, sediada na casa dos chilenos, que venceram nos pênaltis. Campeão será conhecido no domingo, às 21h, em Nova Jersey. Os colombianos encaram os donos da casa no dia anterior, na disputa do terceiro lugar. Partida será em Phoenix, também às 21h.


PRIMEIRO TEMPO 

Os chilenos entraram mais ligados e conseguiram abrir o placar na primeira chegada ao ataque. Aos seis minutos, Fuenzalida fez grande jogada individual, cruzou para a área, Cuadrado cortou mal e a bola sobrou para Aránguiz só tirar de Ospina. Quatro minutos após fazer o primeiro, o Chile ampliou, com Fuenzalida. Alexis Sánchez acertou a trave, mas no rebote o camisa 6 marcou o segundo. 

Os colombianos não conseguiam trocar passes e perdiam a posse de bola no meio-campo constantemente. Sem diminuir o ritmo, o Chile quase fez o terceiro com Alexis Sánchez, mas o atacante parou na trave mais uma vez. Aos 23, a Colômbia quase diminuiu com Martínez, porém parou nas mãos de Claudio Bravo. Pouco tempo depois, James perdeu outra boa oportunidade de fazer o primeiro. 

Antes do apito final, a Colômbia assustou com Carlos Sánchez, mas Bravo fez grande defesa e na sequência cortou dois cruzamentos perigosos e garantiu a vantagem de dois gols na primeira etapa. Chilenos recuaram bastante, porém sistema defensivo funcionava. 

Colômbia e Chile
Chuva foi forte e torcedores tiveram que deixar arquibancadas do Soldier Field (Foto: Divulgação/Twitter Oficial da Conmebol)

FORTE TEMPESTADE ANTES DA SEGUNDA ETAPA

O segundo tempo atrasou por conta de um alerta de tempestade, que preocupou a organização em Chicago. Condições climáticas não eram das melhores e equipes ficaram mais tempo nos vestiários. Telão do estádio pedia para que os torcedores procurassem abrigo imediatamente.

Espectadores deixaram o Soldier Field e foram abrigados do lado de fora. Jogadores permaneceram nos vestiários e chuva chegou com força em Chicago. Preocupação dos organizadores eram com as descargas elétricas. Após a chuva parar, funcionários tiraram um pouco da água que estava no gramado e partida pode continuar. 

SEGUNDO TEMPO 

Já com bola rolando, a Colômbia foi para o tudo ou nada e logo de cara teve um pênalti não marcado a seu favor. A situação dos colombianos piorou aos onze minutos, com a expulsão do capitão Carlos Sánchez, após falta em Aránguiz. Gramado foi castigado com a chuva e seleções tinham dificuldades para conduzir a bola. 

Aos 20 minutos, Ospina salvou a Colômbia mais uma vez. Após cruzamento da direita, Pulgar cabeceou firme, mas viu o camisa 1 adversário fazer bela defesa para evitar o terceiro. No lance seguinte, Zapata foi ao ataque para tentar diminuir, porém mandou longe do gol de Claudio Bravo. Goleiro chileno ainda fez milagre depois de boa jogada de James Rodríguez. 

Mesmo com um jogador a menos em campo, os colombianos levavam mais perigo, porém paravam sempre nas mãos de Bravo. Já no fim, foi a vez dos chilenos reclamarem de pênalti de Zapata em cima de Sánchez. Vencendo por dois gols, o Chile segurou a bola até o apito final e garantiu vaga na decisão da Copa América Centenário.

FICHA TÉCNICA

COPA AMÉRICA CENTENÁRIO

COLÔMBIA 0 x 2 CHILE

Data-Hora: 22/06/16 - 21h (de Brasília)
Estádio: Soldier Field, em Chicago (EUA)
Árbitro: Joel Aguilar (SLV)
Assistentes: Juan Zumba (SLV) e William Torres (SLV)
Cartões amarelos: Carlos Sánchez (2), Bacca e James Rodríguez (COL); Claudio Bravo, Alexis Sánchez, Beausejour, Edson Puch e Francisco Silva (CHI)
Cartão vermelho: Carlos Sánchez (COL);
Gols: Aránguiz, 6'/1ºT (0-1); Fuenzalida, 10'/1ºT (0-2);

COLÔMBIA: Ospina; Santiago Arias, Cristian Zapata, Jeison Murillo e Fabra (Sebastián Pérez, 28'/2ºT); Carlos Sánchez, Daniel Torres, Cuadrado (Bacca, 34'/2ºT), James Rodríguez e Cardona (Marlos Moreno, intervalo); Roger Martínez. TEC: José Pekerman.

CHILE: Claudio Bravo; Isla, Medel, Gonzalo Jara e Beausejour; Aránguiz, Francisco Silva e Pablo Hernández (Pulgar, 28'/1ºT); Fuenzalida (Edson Puch, 29'/2ºT), Vargas (Mark González, 42'/2ºT) e Alexis Sánchez. TEC: Juan Antonio Pizzi.