LANCE!
04/12/2016
18:56
Ribeirão Preto (SP)

Em meio ao sentimento de dor e luto pela morte do lateral Gimenez, que defendia a Chapecoense, confusão e desentendimento marcaram o velório do jogador, em Ribeirão Preto, no interior de São Paulo. A mãe e a viúva acabaram se desentendendo enquanto as homenagens eram prestadas ao rapaz de 21 anos.

Segundo o "Globoesporte.com", o desentendimento aconteceu porque Patrícia, esposa de Gimenez, solicitou um intervalo de 15 minutos junto ao caixão, sem a presença de outras pessoas ao redor. A mãe do lateral que morreu na queda de avião da Chape não teria respeitado o período de tempo desejado pela viúva. E aí a discussão teria se iniciado.

Os relatos dão conta da necessidade da intervenção de pessoas próximas para separarem as duas, que deixaram o recinto pouco depois. Após o velório de 50 pessoas na Arena Condá, no sábado, os envolvidos no desastre foram sepultados neste domingo em diferentes regiões do Brasil.