Túlio de Melo

Túlio de Melo comemora permanência da Chapecoense na Série A do Campeonato Brasileiro (Foto: Sirli Freitas / Divulgação / Chapecoense)

LANCE!
17/11/2017
17:57
Chapecó (SC)

Na última quinta-feira, a Chapecoense bateu o Vitória por 2 a 1 e, de virada, garantiu sua permanência na Série A do Campeonato Brasileiro de 2018. Autor de um dos gols da vitória, o atacante Túlio de Melo comemorou o feito e dedicou a conquista aos guerreiros que foram vítimas fatais do acidente aéreo que comoveu o mundo no ano passado. De acordo com o jogador, o resultado diante da equipe baiana representa a sensação de dever cumprido.

- Esse jogo foi muito importante para nossa equipe. Fico muito feliz por ter feito esse gol que decretou a permanência na Série A. Essa vitória representa muito mais do que simplesmente os três pontos. Representa missão cumprida deste ano. Vale lembrar que no início desta temporada queriam nos dar três anos de imunidade para que o clube não fosse rebaixado e a Chapecoense, muito honrosamente, não aceitou e quis lutar com as próprias armas. Foi o que fizemos - afirmou.

A festa, que começou ainda nos gramados da Arena Condá, se estendeu para as arquibancadas e continuou no vestiário. Ao canto de "vamos, vamos, Chape!" os jogadores e comissão técnica se emocionaram enquanto a forte chuva que caía lavava qualquer sentimento de dúvida que ainda restou sobre a confiança do time reconstruído. O ano em Chapecó foi complicado, mas a diretoria conseguiu se planejar e a união superou todas as dificuldades, o que fez a diferença na conquista do objetivo, como afirma Túlio de Melo.

- O planejamento foi muito bem feito este ano, lutamos desde o início, sabíamos que não seria fácil, mas conseguimos cumprir nossa missão. A sensação é de dever cumprido, principalmente por deixar o clube no mesmo patamar que aqueles guerreiros que estavam aqui deixou. Eles deixaram a equipe em uma posição sensacional, na final da Copa Sul-Americana e garantido na Série A. A melhor maneira de homenagear eles e seus familiares era deixar o clube na primeira divisão. Essa permanência representa muito - afirmou.

Na reta final do Campeonato Brasileiro, o Índio Condá ainda terá três jogos pela frente, mas, apesar de ter concluído o objetivo principal, o time já definiu um novo: aproveitar as boas chances matemáticas para brigar pela possibilidade de conquistar uma vaga na Libertadores de 2018.

- Vamos ter mais três jogos na Série A e vamos em busca de pontos para deixar o clube em uma posição ainda mais elevada. Seria fantástico para a Chapecoense encerrar 2017 em um patamar tão importante como quando a gente recebeu o clube no início do ano - destacou Túlio.

Com um novo foco no Campeonato Brasileiro, a equipe volta a se concentrar para enfrentar o Atlético-GO às 17h do próximo domingo, no Estádio Olímpico de Goiânia. Lanterna da competição, o Dragão chega de uma vitória sobre o Botafogo, que ocupa a sexta colocação da tabela, fato que pode deixar a equipe ainda mais determinada diante de sua torcida.