Dirigentes da Chapecoense em coletiva

Presidente do Atlético-MG deve conversar com diretoria, diz Ivan Tozzo (Divulgação)

RADAR / LANCE!
01/12/2016
13:26
Chapecó (SC)

A atitude de Daniel Nepomuceno em rechaçar a hipótese do Atlético-MG entrar em campo contra a Chapecoense, no dia 11 de dezembro, foi recebida com aprovação na Arena Condá. O presidente em exercício da Chape, Ivan Tozzo, confessou à Rádio Gaúcha que não vê condições de realização da partida:

- Acho ótimo. Não vai ter clima para jogar. Eu não recebi essa informação. À tarde, o presidente do Atlético-MG deve falar conosco. Acho ótimo, porque não vai ter clima para que aconteça esse jogo. Vamos aguardar.

O presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, havia mantido a data da partida para 11 de dezembro, com o pedido de uma festa. Porém, o Atlético-MG já manifestou que não compactuará com a ideia.

Segundo o Regulamento Geral das Competições (RGC) da CBF, no Artigo 59, Parágrafo 1º, que se refere a abandono de competições, "se o abandono ocorrer apenas nas três (3) últimas rodadas, as partidas correspondentes serão perdidas à semelhança dos dados de não comparecimento ao campo, prevalecendo os demais resultados". 

Porém, no Artigo 53, Parágrafo 2º, "se o fato previsto ocorrer com ambos os clubes, os dois (2) serão declarados perdedores por 3x0".