Gilson Kleina

Ex-técnico da Ponte Preta assume o comando da Chape na reta final do Brasileirão (Foto: PontePress/DJotaCarvalho)

LANCE!
16/10/2017
15:04
Chapecó (SC)

Após a derrota para o Flamengo na Arena Condá, a Chapecoense ligou o alerta e se adiantou para acertar a contratação de Gilson Kleina, que já havia sido procurado pela diretoria após a saída de Eutrópio. O novo treinador chega à equipe com contrato até o fim de 2018 e acompanhado pelos auxiliares Juninho e Fabiano Xá.

O treinador estava nos planos da Chape desde a derrota para o Avaí, pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro, quando o time ainda era comandado por Vinicius Eutrópio. Porém, como Kleina estava acertado com a Ponte Preta, a diretoria deixou a responsabilidade nas mãos do auxiliar Emerson Cris.

A equipe iniciou o ano comandada por Vagner Mancini, que acabou sendo demitido após uma sequência de resultados negativos. Após a saída de Mancini, a diretoria alviverde trouxe Vinícius Eutrópio, que também não conseguiu se adaptar e foi desligado logo que a Chapecoense entrou na zona de rebaixamento.

No comando do time desde a 24ª rodada, Emerson Cris continuará na comissão técnica do clube, mesmo com a chegada do novo técnico. Inclusive, comandada pelo interino, a equipe iniciará sua preparação para enfrentar o Atlético-MG na tarde desta segunda-feira, no CT Água Amarela. O duelo, válido pela 29ª rodada, está marcado para a próxima quarta-feira, às 19h, no Independência.

Gilson Kleina já está em Chapecó realizando exames e o clube deve decidir nas próximas horas se o treinador será apresentado na Arena Condá ou se viajará para Belo Horizonte junto com a delegação, para a partida contra o Galo.