LANCE!
30/11/2016
17:38
Medellín(COL)

Os seis sobreviventes do acidente aéreo com a delegação da Chapecoense seguem em recuperação. Os jogadores Neto (zagueiro), Alan Ruschel (lateral) e Follman (goleiro), o jornalista Rafael Henzel e os tripulantes Ximena Suárez e Erwin Tumiri estão hospitalizados na Colômbia. Confira como está a situação de cada um: 

Neto- Zagueiro da Chapecoense

Ele passou por algumas cirurgias e tem respondido bem a elas.  Será operado mais uma vez, provavelmente nesta quinta-feira. O objetivo é fechar feridas na perna com a finalidade de evitar infecções. 

Ainda na parte inferior do corpo, ele teve fraturas. Os sistemas circulatórios e neurológicos têm recuperação satisfatória. O sistema respiratório, no entanto, é o que mais inspira cuidados e, por isso, o jogador está entubado. Ele tem começado  a abrir os olhos. 

Alan Ruschel - Lateral-esquerdo da Chapecoense 


O jogador passou por uma operação na coluna, para estabilizar uma fratura no local.  Com uma das vértebras lesionadas, ele ainda pode ficar tetraplégico. De acordo com a médica Ana Maria González,  Ruschel aparece em quadro estável  e consciente, mas sob sedação. 

Follmann- goleiro da Chapecoense 

Com a perna direita amputada, o goleiro reserva da Chape pode  ainda perder o outro membro inferior. É o que afirma o médico Guillermo Leon Molina, responsável pelo atendimento do atleta no Hospital San Vicente Fundación de Rionegro, na Colômbia. Ele não apresenta problemas para respirar. 

Rafael Henzel- jornalista da rádio Oeste FM. 

O jornalista chegou ao hospital com traumas no tórax, além de costelas quebradas e lesões nos braços e nas pernas. Assim como Neto, o sistema respiratório é o que mais inspira cuidados e, por isso, ele está entubado. Está sob cuidados e o estado, embora estável, ainda é crítico, e  ventilação mecânica.  O atleta ficará sob observação por pelo menos mais 48 horas.

Ximena Suárez (tripulante)

Está fora de perigo de morte. Teve lesões ocasionadas pelo impacto, mas sem atingir órgãos vitais. Teve fraturas nas pernas, mas continua sob obervação médica. 

Erwin Tumiri (tripulante)

Foi resgatado consciente. Teve lesões decorrentes de impacto, mas nenhuma de alta gravidade.  Assim como Ximena, também não corre risco de morte.