William Barbio (foto:Divulgação)

William Barbio quer vaga na Sul-Americana e revela desejo de permanecer no clube em 2016 (Foto:Divulgação)

RADAR/LANCE!
25/11/2015
22:00
Chapecó (SC)

O elenco da Chapecoense se reapresentou apenas hoje, após dois dias de folga, para começar a preparação para o duelo contra o Goiás, no próximo domingo (29). Já livre do rebaixamento e sem maiores pretensões no Campeonato, o temor de muita gente - sobretudo dos adversários diretos do Goiás na luta contra o rebaixamento - é que a Chape entre em campo acomodada nos dois últimos jogos do Brasileiro. Mas, no que depender do atacante William Barbio, o Verdão do Oeste vai com tudo em busca das vitórias... E de uma vaga direta na Sul-Americana do ano que vem.

- Acho que todo mundo viu o que a gente demonstrou em campo no último jogo contra o Figueirense. A gente lutou o tempo todo e buscou trazer a vitória. Infelizmente não veio, mas o ponto conquistado foi importante. O nosso foco é deixar o clube na Sul-Americana do ano que vem. Para isso, a gente precisa ficar numa colocação boa no Campeonato Brasileiro desse ano. Nosso foco está voltado para o Goiás, que é o primeiro jogo, para que a gente possa fazer esses três pontos e depois pensar no Atlético Mineiro - projetou Barbio.


Com contrato de empréstimo terminando, o jogador demonstrou o desejo de permanecer na Arena Condá na próxima temporada. Depois de passar um longo período sendo pouco aproveitado no clube, o atacante passou a receber mais oportunidades desde a chegada do técnico Guto Ferreira. Agora, não tira a cabeça da Chapecoense e revela que o clube já o procurou para buscar a renovação:

- O clube me procurou para iniciar essa conversa. Tenho um carinho enorme pela Chapecoense. Quero ficar. Minha família quer isso também. Vamos esperar o término do Campeonato Brasileiro para sentar e conversar. Quero ficar e ajudar a Chapecoense com os objetivos do ano que vem - contou Barbio, que pertence, originalmente, ao Vasco e possui contrato com o clube carioca até dezembro de 2016.

No treinamento desta quarta (25), na Arena Condá, o técnico Guto Ferreira dividiu o grupo em três equipes, sem dar pistas de quem serão os titulares no domingo (29). Os jogadores participaram de atividade em campo reduzido, com número limitado de toques na bola. Para o duelo contra o Goiás, o treinador não poderá contar o zagueiro Neto, que só deve voltar a atuar no ano que vem. O artilheiro do time, Bruno Rangel, ainda é dúvida. Enquanto os demais jogadores treinavam com bola, o centroavante fazia um trabalho à parte com a preparação física. Ele se recupera de dores musculares na coxa.

A Chapecoense faz seu último jogo na Arena Condá nesta temporada no próximo domingo, às 18h, contra o Goiás. A partida vale muito para o Esmeraldino na luta contra o rebaixamento e interessa diretamente a Vasco, Avaí, Figueirense e Coritiba.