GIlson Kleina vê reforços como presenças pontuais na Chapecoense

(Foto: Sirli Freitas/ Chapecoense)

LANCE!
23/01/2018
18:55
Chapecó (SC)

Depois de perder Canteros, Vinicius e Arthur, o técnico Gilson Kleina não poderá contar com Nadson e Moisés Ribeiro na próxima partida da Chapecoense. Cabe enfatizar que os jogadores foram preservados e por isso não participaram do jogo contra o Criciúma. O confronto é válido pela terceira rodada do estadual, e acontecerá nesta quarta-feira.

O treinador lamentou a ausência dos jogadores considerados fundamentais para a equipe verde e branca. 

- Ainda estou em dúvida, fui pego de surpresa. Fizemos um treino de recuperação em função do cansaço dos jogadores. Quando chegar lá vou pensar bem e tentar não mudar muita coisa. Infelizmente, estamos mudando por força de lesão, isso é ruim. Ao mesmo tempo, caracteriza uma equipe que tem identidade. Lá, contra o Criciúma, tem que ser competitivo - disse.

Já pensando nos próximos desafios do time de Chapecó, Kleina está preocupado com a formação e a sequência do elenco nas competições. Vale lembrar que a estreia na Libertadores é na próxima semana, diante do Nacional.

- Infelizmente, estamos perdendo muitos jogadores. É o preço que pago por uma maratona de jogos que temos. Não pensei que a rotatividade ia ser tão cedo, terceiro jogo e cinco lesões. É preocupante, pois em uma semana a gente estreia na Libertadores. Tem o planejamento de criar identidade e um grupo forte. Espero não perder mais jogadores e que a gente recupere esses.