Richardson, do Ceará, é um dos melhores em desarmes na Série B

Ceará

Futebol Latino
27/05/2018
21:50
Fortaleza (CE)

Mais uma rodada se passou, o Ceará estreou Jorginho no comando técnico do clube, mas o resultado positivo no retorno a Série A ainda não veio. Algo que, segundo o volante Richardson, está difícil de conseguir explicar.

- Fica até difícil de explicar, se a gente soubesse já teria feito algo para mudar. A situação não está fácil, mas o fato é que não podemos jogar a toalha. Apesar do pouco tempo de trabalho com o Jorginho fizemos um bom jogo - frisou o atleta do time cearense.

Richardson pontuou que, dentro das possibilidades que o Vozão tinha de inibir o estilo de jogo do time gaúcho, a equipe se portou bem. Entretanto, acabou se concentrando tanto em um dos recursos do Grêmio que acabou tendo um fatal momento de desatenção:

- Soubemos suportar a qualidade do time adversário, sabíamos que o jogo seria esse onde eles teriam muita posse de bola e teríamos que roubar para sair em velocidade. Infelizmente fomos pegos de surpresa e estávamos tao concentrados na posse de bola que acabamos sendo surpreendidos em um contra-ataque.

O meio-campista do Ceará aproveitou para projetar o duelo da próxima rodada do Campeonato Brasileiro onde o time do Nordeste vai a Santa Catarina enfrentar a Chapecoense na Arena Condá:

- Agora é levantar a cabeça, assumir a responsabilidade, pois a torcida vai cobrar, não abaixar a cabeça e seguir o trabalho. Precisamos somar pontos, pois temos um confronto direto fora de casa. É assumir a derrota da melhor maneira possível e seguir trabalhando.