São Paulo x Cruzeiro

Apesar de pênalti perdido, São Paulo venceu Cruzeiro no Morumbi (Foto: Maurício Rummens/Fotoarena/Lancepress!)

Marcio Porto
15/09/2016
22:57
São Paulo (SP)

Todo trabalho de recuperação, seja do que for, precisa de tempo para ser consolidado. É importante, no entanto, que sinais positivos deem o tom de que a coisa está indo no caminho certo. isso já aconteceu com o Cruzeiro do técnico Mano Menezes neste Campeonato Brasileiro e agora é a vez do São Paulo. O símbolo está no volante Wesley, autor do gol da vitória do Tricolor contra a Raposa, nesta quinta-feira, no Morumbi. O resultado de 1 a 0 deixa os paulistas seis pontos distante da zona do rebaixamento, com 34, cinco acima dos mineiros, na 15ª colocação.

Wesley é a personificação da reação tricolor. Ou de parte dela. O São Paulo, que há pouco tempo estava desesperado, hoje respira aliviado com o resultado graças ao gol do camisa 11. Wesley melhorou nos dois últimos jogos, depois de ter sido um dos agredidos por torcedores organizados na invasão ao CT da Barra Funda. Mas representa mais do que uma meia-vitória pessoal: é um sinal de que o técnico Ricardo Gomes está conduzindo as coisas direito.


Como fez Mano Menezes ao reassumir a equipe mineira, Ricardo se esforça para colocar a casa em ordem e, após seis jogos, quatro sem vitórias, os resultados começam a aparecer. Ricardo bancou Wesley, que foi importante nas duas últimas vitórias. Trabalhou com convicção e, assim como foi contra o Figueirense, viu um time organizado, que pressionou os mineiros no primeiro tempo e só não foi para o intervalo com um placar generoso por sorte. Cueva, Wesley antes de marcar, Rodrigo Caio... Foram boas chances!

Do outro lado, o Cruzeiro de início empolgante de Mano brecou. A força ofensiva parou de funcionar, apesar da luta de Willian, muito também pelas ausências de Arrascaeta e Ábila, artilheiro do time. Estavam suspensos. Agora são duas derrotas consecutivas, uma delas para o Botafogo em casa, e o fantasma do rebaixamento volta a bater à porta. O tempo é sempre importante na recuperação, Mano sabe disso. E ele está passando...

Voltando ao São Paulo, há muito ainda que se fazer, Ricardo Gomes sabe. A chegada de Marco Aurélio Cunha melhorou o clima, o time está mais ajustado, Denis segudo, Rodrigo Caio joga o fino, Chavez ainda tem início muito bom, apesar de ter perdido pênalti no fim após ser agredido por Manoel. Mas tudo isso está em construção. As vitórias dão tranquilidade e gás. Agora é contribuir com o tempo. E Wesley? Vai bem, obrigado, mas vamos dar tempo ao tempo.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 1 X 0 CRUZEIRO

Local: estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data-hora: 15 de setembro de 2016 (quinta-feira), às 21h
Árbitro: Diego Almeida Real (RS)
Auxiliares: Alexandre Pruinelli Kleiniche e José Eduardo Kalza (ambos do RS)
Público/Renda: 15.566 / R$ 361.885,00
Cartões vermelhos: Manoel (CRU)
Gols: Wesley 42' 1ºT (1-0)

SÃO PAULO: Denis; Buffarini, Rodrigo Caio, Maicon e Mena; Hudson (João Schmidt 37' 2ºT), Thiago Mendes, Wesley, Cueva (Carlinhos 32' 2ºT) e Kelvin (Luiz Araújo 49' 2ºT); Andres Chávez. Técnico: Ricardo Gomes

CRUZEIRO: Rafael; Lucas (Ezequiel 7' 2ºT), Manoel, Bruno Rodrigo e Edimar; Henrique, Lucas Romero, Rafinha (Marcos Vinícius 40' 2ºT) e Robinho ; Willian e Rafael Sobis (Alisson 31' 2ºT). Técnico: Mano Menezes