Thiago Salata
05/07/2016
07:10
São Paulo (SP)

O aproveitamento (71%) é de campeão. São 28 pontos em 13 rodadas, acima da média de dois por jogo que faz campeões brasileiros. Mas cobrava-se, inclusive internamente, não apenas mais resultados fora de casa, mas também um melhor desempenho. Pois o Palmeiras rugiu mais alto do que o Leão e venceu o Sport por 3 a 1, na Ilha do Retiro, chegando a sete pontos em seis jogos como visitante no Brasileirão. Em casa, a equipe é 100% em sete jogos.

A vantagem de três pontos foi mantida para o vice-líder e rival Corinthians, quatro gols atrás também no saldo. O Verdão deu uma resposta em uma rodada que poderia ver concorrentes se aproximando, já que Timão, Grêmio e Santos, que completam o G4, venceram no último fim de semana.

Longe da fortaleza que se tornou o Allianz Parque, o Palmeiras pontuou mais do que o Corinthians até aqui, em seis jogos como visitante: sete pontos contra seis. O Grêmio fez nove pontos em sete partidas longe de Porto Alegre, enquanto que o Peixe tem sete pontos em sete fora da Vila. Entre os ponteiros, dá para dizer que o desempenho além das fronteiras é similar.

Quem pagou um alto preço pela derrota, a terceira seguida no Brasileirão, foi o Internacional, agora fora do G4. Líder há pouco tempo, o Colorado, derrotado em casa para seu maior rival no domingo, viu o Verdão abrir oito pontos - o confronto direto com o líder está marcado para daqui a duas rodadas, no Sul. A derrocada do Inter é tamanha que clubes até outro dia em baixa já estão com a mesma pontuação, casos de Ponte Preta, Atlético-PR e Atlético-MG, este com sua reação freada pelo Figueirense num empate após quatro vitórias seguidas.

O pontinho do Figueira foi crucial para manter a equipe fora da zona da degola, que teve mudanças após a 13ª rodada: sai Botafogo, que bateu um Santa Cruz em queda livre, e entra o Coritiba, após um 0 a 0 com o Fluminense. O Sport, batido pelo líder, não conseguiu sair do buraco mesmo jogando com seu melhor público em casa até o momento (mais de 26 mil presentes). Um terço do Brasileirão já se foi... E para você, quem são os favoritos? Vote abaixo!