RADAR / LANCE!
04/10/2016
12:30
Rio de Janeiro (RJ)

As disputas no Brasileirão ficaram ainda mais quentes nesta rodada, com o anúncio de que teremos seis classificados para a Copa Libertadores a partir de 2017. Em meio às novidades, a briga pelo título e a maneira como a competição segue imprevisível é traçada pelos colunistas do LANCE!. Confira!


JOÃO CARLOS ASSUMPÇÃO - Colunista do LANCE!

O destaque da rodada foi a diferença importante que o Palmeiras abriu na liderança em relação ao Flamengo. A equipe, mais uma vez, mostrou ter elenco mais forte e muito bem preparado, insinuando-se um grande favorito ao título.

As atuações consistentes de Atlético-MG e Santos voltaram a chamar atenção, e indicaram que que as equipe seguem firmes por uma vaga na Libertadores, em especial após o G4 ter se tornado G6. Quem sabe até a competição vira um G7, dependendo do que acontecer na Copa do Brasil?

Nesta sentido, sobem também o Botafogo, que vem evoluindo desde que "perdeu" Ricardo Gomes, ao melhorar a marcação e a ligação entre o meio e o ataque. A equipe parece mais solta e pode sonhar com Libertadores. Assim como o Fluminense, que vem crescendo na competição.

Já as decepções, mais uma vez, foram São Paulo e Corinthians que, atolados em rachas internos, seguem jogando abaixo do que poderiam. O primeiro tem de se preocupar com o rebaixamento e o segundo, se não mudar a forma de atuar, fica de fora da Libertadores.

EDUARDO MANSELL - Editor do LANCE!

A rodada 28 do Campeonato Brasileiro foi boa para o Palmeiras e o Atlético-MG e ruim para o Flamengo, único dos três primeiros a não vencer. O Palmeiras abriu uma vantagem importante neste momento, porém, que ainda nada lhe garante. Já o Galo está entrando novamente na briga pelo título.

O presente da Conmebol, aumentando de quatro para seis as vagas do Brasileirão na Libertadores ainda serviu para melhorar a disputa. Santos e Fluminense venceram e agora estão em situação mais tranquila.

O Botafogo bateu o Corinthians e com, o aumento de vagas se torna sério candidato. Na parte de baixo, o Inter deu sinal de vida, o América-MG voltou a ser o que era, e o Cruzeiro venceu mais uma. O São Paulo que abra o olho bem grande.