Thiago Salata
11/07/2016
07:30
São Paulo (SP)

Palmeiras, mesmo se não pontuar nesta terça, Corinthians e Grêmio chegaram à 14ª rodada do Brasileirão com desempenhos que fazem campeões brasileiros. É a conta básica de dois pontos ganhos por rodada, na média. O Verdão pode seguir acima disso após o clássico contra o Santos, no Allianz Parque, ou ficar exatamente no número atingido pelo Corinthians com a ótima vitória sobre a Chapecoense: 28 pontos em 14 jogos.

O Grêmio salvou-se de um péssimo resultado nos acréscimos, chegando a 27 ao marcar 2 a 1 sobre o Figueirense. O Tricolor, que já perdeu em casa para o Vitória, já tinha se livrado de empate na Arena no último lance com a Ponte Preta. Dois tropeços que seriam imperdoáveis foram evitados, mantendo o Grêmio na mesma pegada de Verdão e Timão.

Os três se destacam na reta final do primeiro turno. O Santos tem a missão de quebrar o 100% de aproveitamento caseiro do Palmeiras para colar no trio: pode ir a 25 pontos.

A tabela mais complicada da 15ª rodada em diante é a do líder, que, depois do Peixe, encara Inter (fora) e Atlético-MG (casa). O Timão tem São Paulo e Figueirense, ambos em casa. O Grêmio pega Sport (fora) e São Paulo (casa), enquanto que o Santos receberá a Ponte Preta e sairá para encarar o Vitória, em Salvador.

Todos esses ingredientes deixam o clássico paulista de terça ainda mais imperdível. O Palmeiras pode abrir nove pontos de um concorrente e ganhar gordura, antes da tabela complicada, ou ver o Peixe diminuir a distância para três.

O Flamengo, no G4 ao menos até que Santos e Atlético-PR joguem, faz ótima campanha para quem não tem treinador efetivado, não tem casa e viveu dias turbulentos. A Ponte Preta, com os mesmos 23 pontos do Fla e recursos muito inferiores, então... Espetacular!

O Inter despencou com quatro derrotas seguidas e o Galo continua muito distante dos líderes. O São Paulo só ronda o G4 antes de tentar um milagre na Libertadores e definir de vez qual será seu foco.