Torcida Corinthians São Januário

Torcida do Corinthians chegou a São Januário em mais de 20 ônibus

Bruno Cassucci, Fellipe Rocha e João Matheus
19/11/2015
21:32
Rio de Janeiro (RJ)

Um torcedor do Corinthians que portava material explosivo foi detido na entrada de São Januário, na noite desta quinta-feira, antes do jogo do Timão contra o Vasco. O corintiano, que chegou ao local num ônibus de torcidas organizadas, tinha bombas em sua mochila e foi encaminhado pela polícia ao Juizado Especial Criminal (Jecrim), que fica localizado no estádio vascaíno.

Pouco depois, uma outra confusão aconteceu em meio à torcida do Corinthians. Uma ambulância encontrou dificuldade para passar pela entrada de visitantes de São Januário devido ao grande número de corintianos que se encontravam no local. A polícia interviu e ao menos dois torcedores ficaram feridos. A reportagem do LANCE! avistou parte da torcida com pedaços de pau. 

Afora isso não houve outros incidentes. O comboio de quase 30 ônibus de torcidas organizadas do Corinthians foi dividido para chegar em grupos menores a São Januário. Por volta de 19h30 quase todos os visitantes já estavam dentro do estádio, antes mesmo de a entrada dos donos da casa ser autorizada.

A escolta também funcionou com a delegação do Timão, que chegou sem problemas à Colina.

O clima antes da partida era de tensão pela rivalidade que envolve as duas torcidas, inimigas históricas e protagonistas de brigas recentes.

Na madrugada de quarta para quinta-feira, alguns vascaínos jogaram milho na rua onde os visitantes entram no estádio vascaíno dado aos corintianos. Além disso, penduraram galinhas plásticas nos fios elétricos, em uma alusão ao apelido pejorativo dado aos rivais, e pintaram um muro da vizinhança com os dizeres: “São Januário, território hostil desde 1927”.