Estádio Mané Garrincha

(Foto: Divulgação)

Igor Siqueira
08/06/2016
18:44
Rio de Janeiro (RJ)

Apesar de ter determinando a interdição do Mané Garrincha, o STJD deixou a responsabilidade da realização do jogo entre Fluminense e Corinthians nas mãos da CBF. A entidade, então, garantiu ao Tricolor que a partida está mantida em Brasília, no dia 16 de junho, pelo Brasileirão.

Considerando o fato de já haver comercialização de ingressos para o confronto, o presidente do STJD, Caio Rocha, que mais cedo determinou a interdição do estádio por tempo indeterminando por causa da pancadaria no jogo entre Flamengo e Palmeiras, deu um novo despacho e criou a brecha para que a entidade decidisse se manteria o jogo na capital federal.

No texto, ele acionou a diretoria de competições da CBF para verificar se haveria tempo hábil para remarcar a partida e definir onde será disputada. Caio Rocha ressaltou, no entanto, que a entidade e o Fluminense teriam que assumir total responsabilidade pela segurança dos torcedores caso decidissem pela manutenção da partida em Brasília.

Presidente do Fluminense, Peter Siemsen ligou para a CBF e ouviu a garantia de que haverá jogo. 

Desta forma, na prática e com a CBF e o clubes bancando a partida, a interdição só gera interferência na tabela a partir do dia 18, quando está marcado para Brasília o confronto entre São Paulo e Flamengo. 

*Atualizada às 20h35