Ponte Preta x Sport (foto:RODRIGO VILLALBA /PHOTO PRESS(APP)

Pottker comemora primeiro gol da equipe campineira (foto:RODRIGO VILLALBA /PHOTO PRESS(APP)

RADAR / LANCE!
09/07/2016
23:05
Campinas (SP)

O ritmo da Ponte Preta continua acelerado no Brasileirão. Com bom volume de jogo, a equipe de Eduardo Baptista não se desanimou nem com o fato de Rogério ter aberto o placar para o Sport no início de partida e, mostrando mais disposição no Moisés Lucarelli, viu William Pottker e Douglas Grolli garantirem neste sábado uma ida momentânea da equipe para o G4 do Brasileirão, com o triunfo por 2 a 1, em jogo válido pela décima-quarta rodada.

Com o resultado, a Macaca chega à sua terceira vitória seguida e sobe para 23 pontos, e "seca" o Santos neste domingo. Já o Leão segue mergulhado na zona de rebaixamento, com 12 pontos, na décima-oitava colocação.

EQUILÍBRIO ATÉ NO PLACAR NA ETAPA INICIAL

Empolgada com a chance de "dormir" no G4, a Ponte Preta se lançou à frente e viu William Potker exigir Agenor logo no início. Porém, a marcação da equipe seguia deixando espaços e, logo em seu primeiro contra-ataque, o desesperado Sport foi fatal. Diego Souza avançou pela intermediária e, no rebote de Douglas Grolli, Rogério bateu com categoria para abrir o placar aos nove minutos.

A desvantagem não abalou a Macaca, que encontrou o empate aos 16. Após lançamento milimétrico de Thiago Galhardo, William Pottker livrou-se da marcação e tocou na saída de Agenor. O equilíbrio de ações passou a ditar o restante da truncada etapa inicial.

Aproveitando jogadas pelas pontas, os donos da casa tiveram nova chance quando Pottker serviu Giva, mas o meia foi travada por duas vezes pela defesa adversária. Já o Leão recorria a cruzamentos, e teve sua melhor chance quando Everton Felipe cruzou para Rogério, só que o atacante errou a finalização e permitiu o corte de Antonio Carlos em cima da linha.

SUPERIOR, PONTE GARANTE SUA VITÓRIA

A velocidade marcou a volta do intervalo. Logo aos cinco minutos, Thiago Galhardo deu uma "caneta" em Serginho e encheu o pé, mas a bola parou nas mãos de Agenor. Depois, Rithely avançou livre até a área e obrigou João Carlos a sair da meta para salvar.

Com maior volume de jogo, a Ponte ainda exigiu Agenor em avanços de Pottker e viu Rhayner finalizar para defesa segura do goleiro do Sport. A equipe de Eduardo Baptista, aos poucos, viu seu ritmo cair, por esbarrar em erros de passe na tentativa de furar o bloqueio de um inofensivo Leão.

Aos trancos e barrancos, a Ponte Preta viu sua ida momentânea para o G4 surgiu em uma jogada curiosa. Roger saiu do papel de centroavante para fazer um cruzamento na medida, no qual o encontrou Douglas Grolli. De cabeça, o defensor estufou a rede aos 33 minutos.

A Macaca ainda quase ampliou em finalizações de Reinaldo e Rhayner e, nos acréscimos, uma bicicleta de Rogério triscou a trave para assustar a torcida no Moisés Lucarelli. Mas a festa estava garantida na noite do Moisés Lucarelli.


PONTE PRETA 2x1 SPORT

Data: 09-07-16
Estádio: Moisés Lucarelli, em Campinas (SP)
Árbitro: Heber Roberto Lopes (Fifa/SC)
Assistentes: Carlos Berkenbrock (SC) e Nadine Schramm Camara Bastos (Fifa/SC)
Renda / Público: R$ 45.840,00 / 3.086 pagantes

Cartões amarelos: Jeferson, João Vitor (PON), Diego Souza, Durval (SPT)

Gols: Rogério, 9/1T (0-1), William Potker, 16/1T (1-1), Douglas Grolli, 33, 2T (2-1)

PONTE PRETA: João Carlos; Jeferson, Douglas Grolli, Antonio Carlos e Reinaldo; João Vitor, Renê Júnior, Thiago Galhardo e Giva (Rhayner, 15/2T); Clayson (Wellington Paulista, 33/2T) e William Pottker (Roger, 25/2T). Técnico: Eduardo Baptista

SPORT: Agenor; Rodrigo Mancha, Matheus Ferraz, Durval e Renê; Rithely (Ronaldo, 24/2T), Serginho, Gabriel Xavier (Lenis, 23/1T), Everton Felipe (Edmilson, 36/2T) e Diego Souza; Rogério. Técnico: Oswaldo de Oliveira