Léo Saueia
05/10/2016
22:58
Santos (SP)

Foi de roupa nova que o Santos entrou no gramado na noite desta quarta diante do Fluminense, na Vila Belmiro. Mas foi graças a uma “cara velha” que o Peixe conquistou a vitória por 2 a 1 na Vila.

Desfalcado de Lucas Lima, a serviço da Seleção, o Santos teve a posse de bola na maior partedo tempo. Principalmente na dobradinha entre Jean Mota e Victor Ferraz, os donos da casa chegavam com facilidade.

A primeira chance saiu justamente por ali. Ferraz apareceu na linha de fundo e rolou para trás, mas Ricardo Oliveira passou da bola.


O Flu, retraído, tentava encaixar um contra-ataque e apostava em bolas aéreas. Mas era o Alvinegro quem mandava no primeiro tempo.

Copete aproveitou a saída de bola errada de Wellington Silva e deixou novamente Oliveira na cara do goleiro. Desta vez, o camisa 9 acertou o chute, mas Julio Cesar defendeu.

A primeira chance do Flu saiu apenas no fim da primeira etapa. Em excelente jogada, Wellington limpou quatro marcadores e finalizou para a primeira defesa de Vanderlei.

Ainda abaixo de sua melhor condição física, Vecchio caiu de produção e diminuiu a intensidade do time. Dorival percebeu e sacou o argentino para entrada de Longuine. Pareceu dar certo. O Peixe recuperou o meio-campo até Renato dar um cruzamento perfeito para Copete cabecear e abrir o placar na Vila.

O Flu sentiu o gol e chamou ainda mais o Peixe para dentro. Em boa tabela pelo lado direito, Longuine bateu de fora e quase ampliou o placar.

Estrategista que é, Levir optou por mais velocidade para os contra-ataques e apostou em Richarlison. O jogo ganhou outra cara e o Flu foi chegando, chegando, chegando... chegando até empatar. Wellington Silva aproveitou o rebote de Vanderlei em cabeçada de Marcos Júnior e só teve o trabalho de empurrar para as redes.

Sem desistir, o Peixe ainda acertou a trave em falta de Jean Mota. No rebote, Gum colocou para escanteio, que o mesmo Jean cobrou na cabeça de Ricardo Oliveira. Ele, a “cara velha”, foi que decidiu mais uma vez...

Com o resultado, o Santos abre cinco pontos em relação ao Fluminense, que soma 46 e é o quinto colocado no Brasileirão. A equipe voltará a campo somente na quinta-feira da semana que vem, dia 13, quando terá o clássico contra o São Paulo, no Pacaembu. O Flu terá o clássico contra o Flamengo no mesmo dia, em Volta Redonda. 

FICHA TÉCNICA

SANTOS 2 X 1 FLUMINENSE


Local: Vila Belmiro, Santos (SP)
Data-hora: 05/10/2016, às 21h
Árbitro: Igor Junio Benevenuto - MG (ASP-FIFA)
Auxiliares: Pablo Almeida da Costa - MG (ASP-FIFA) e Celso Luiz da Silva - MG (CBF-1)
Público/renda: 5.253 pagantes / R$ 141.310,00
Cartões amarelos:
Gols: Copete, 3'/2ºT (1-0); Wellington Silva, 18'/2ºT (1-1) e Ricardo Oliveira, 34'/2ºT (2-1)

SANTOS: Vanderlei, Victor Ferraz, Luiz Felipe, David Braz e Zeca; Thiago Maia, Renato, Vecchio (Rafael Longuine - intervalo) e Jean Mota (Yuri - 40'/2ºT); Copete e Ricardo Oliveira (Rodrigão - 43'/2ºT). Técnico: Dorival Júnior.

FLUMINENSE: Júlio César, Wellington Silva, Gum, Henrique e William Matheus; Pierre (Richarlison - 9'/2ºT), Douglas, Cícero e Gustavo Scarpa; Marcos Júnior (Henrique Dourado - 40'/2ºT) e Wellington (Marquinho - 33'/2ºT). Técnico: Levir Culpi.