LANCE!
21/11/2016
07:35
São Paulo (SP) 

Quando o árbitro Héber Roberto Lopes marcou pênalti de Lucas Romero em Copete no segundo tempo, no Mineirão, o panorama da disputa pelo título brasileiro ameaçou mudar. Mas assim que o santista Ricardo Oliveira colocou a bola na marca da cal, Dudu, de cabeça, tirou o Palmeiras do sufoco ao abrir o placar contra o Botafogo, no Allianz Parque. Segundos depois, Oliveira cobrou o pênalti e colocou o Santos na frente, de virada, mantendo a situação da tabela igual. Mais tarde, Manoel empataria o jogo para o Cruzeiro, deixando o Peixe a seis pontos do líder a duas rodadas do fim. No início da noite, o Flamengo jogou fora suas chances. Abriu 2 a 0 e parecia que venceria com tranquilidade, mas permitiu o empate ao Coritiba e está fora da briga. Agora, o Santos é o único rival do Verdão, e a tarefa dos comandados de Dorival é bastante complicada.

O Palmeiras precisa apenas de um empate com a Chapecoense no próximo domingo, em casa, para conquistar o título brasileiro. Ao Santos só resta vencer o Flamengo, no Maracanã, e contar com derrota do rival alviverde para levar a disputa para a última rodada, quando terá novamente que vencer (desta vez o América, na Vila) e torcer para que o Palmeiras perca do Vitória, fora.

Se o título é um sonho remoto, os santistas têm um motivo efetivo para comemorar. O Galo empatou com o Santa Cruz, resultado que assegurou ao Peixe uma vaga na fase de grupos da Libertadores. Pular a etapa de mata-matas prévios na competição é prêmio nada desprezível. O Fla garantirá esse privilégio se vencer o duelo no Maracanã.

O domingo também teve um resultado importante na briga contra o rebaixamento. O Vitória goleou o Figueirense por 4 a 0, selou a queda do time catarinense e abriu três pontos em relação ao Inter, o primeiro a figurar na zona da degola. O Colorado precisa vencer o Corinthians na noite desta segunda, em São Paulo, para empatar em pontos com os baianos. Para passá-los, será necessária uma improvável goleada por mais de quatro gols de diferença. O jogo é fundamental para o Corinthians na disputa por um lugar no G6. As vitórias de Grêmio, sobre o América-MG, e Chapecoense, diante do São Paulo, empurraram a equipe para o nono lugar. Para piorar, a distância para o sexto aumentou porque o Atlético-PR passou pelo Sport. A briga está quente!