RADAR / LANCE!
03/06/2016
18:06
Rio de Janeiro (RJ)

Por mais que o Campeonato Brasileiro mostre, partida a partida, uma competição acirrada e com fortes emoções, nem sempre a qualidade entra em campo nos gramados do país afora.  Em uma 5ª rodada marcada por muitos gols, situações inusitadas também tiveram espaço.

O LANCE! elenca abaixo as lambanças e curiosidades que assolaram mais uma rodada do Brasileirão.

GOL SOFRIDO SOB PROTESTO

O gol marcado por Vitinho na vitória do Internacional sobre o Atlético-PR, or 1 a 0, rendeu muita reclamação para Paulo Autuori. Não que o gol não fosse legítimo, mas o zagueiro Cleberson levou a pior em um choque em dividida aérea e, depois de atendimento, precisou sair de campo. A situação, que parou o jogo por cinco minutos, terminou no técnico mostrando as feridas do defensor ao quarto árbitro. 

"POWER RANGEL" TEM A FORÇA!

Um caminhão de gols da rodada foi descarregado na Vila Capanema. Atacante que caiu nas graças da torcida da Chapecoense, Bruno Rangel balançou a rede três vezes no triunfo por 4 a 3 sobre o Coritiba. Além de "Power Rangel" (como é chamado ela torcida", Lucas Gomes fez o quarto gol, enquanto Rafael Marques, Ortega e Juninho marcaram os gols do Coxa.

GRITA PRA EU IR EMBORA AGORA, VAI...

Edmilson viveu um calvário em seu início no Sport: foi vaiado, questionado, hostilizado e, em redes sociais, surgiu o movimento #foraedmilson nas redes sociais. Mas o atacante deu a resposta em campo: marcou o gol da primeira vitória da equipe no Brasileirão, justamente no 1 a 0 contra o Santa Cruz, em pleno Arruda. Os gritos vão parar?

SEM EDUCAÇÃO E MAL NA FITA

O santista Zeca não escondeu que estava de cabeça quente com a derrota por 1 a 0 da equipe para o Corinthians. Enquanto deixava o gramado da Arena Corinthians, o lateral-esquerdo ergueu um dedo em um gesto obsceno na direção dos corintianos. O episódio foi captado pelo Periscope do Timão. 

ESSA FOI DE DOER OS OLHOS!

Em uma cobrança de lateral do Figueirense, Ayrton conseguiu a proeza de mandar a bola direto rumo à linha de fundo. Para sorte do lateral-direito, a equipe catarinense bateu o São Paulo por 1 a 0 e obteve sua primeira vitória no Brasileirão. 

SALGUEIRO DÁ UMA ATRAVESSADA...

O uruguaio Salgueiro bem que teve uma chance clara de fazer o Botafogo estufar a rede, mas na hora de bater... Veio uma furada bizarra dentro da área. O erro custou caro, pois o Alvinegro perdeu por 1 a 0 para o Cruzeiro, em jogo no qual a equipe viu duas finalizações pararem na trave.

É PARA HOMENAGEAR QUEM MESMO?

O duelo entre Atlético-MG e Fluminense chamou atenção antes mesmo de a bola rolar. O árbitro Luiz Flávio de Oliveira (Fifa/SP) decretou um minuto de silêncio no Independência... à toa. A confusão aconteceu por falha de comunicação entre o juiz e os assistentes, e "atrasou" um pouco a partida no Independência, que empatou em 1 a 1.

FALTAM ATACANTES... LITERALMENTE!

Diante das lesões dos centroavantes Borges e Victor Rangel, o técnico Givanildo Oliveira armou o América-MG de uma forma curiosíssima: além do trio de zaga, a equipe atuou sem atacantes de ofício. O meia Rafael Bastos iniciou a partida mais avançado, em uma formação bem confusa que custou caro ao Coelho, que logo sofreu dois gols da Ponte Preta e, quando viu a entrada do atacante Tiago Luís no segundo tempo, já era tarde.

JUIZ 'SE ANTECIPA' A JOGADA

A arbitragem "roubou a cena" de forma inusitada no triunfo que o Flamengo conseguiu sobre o Vitória. Em ataque do Fla pela esquerda, Mancuello deu chapéu em um marcador e tentou dar um passe para Alan Patrick, mas... a bola resvalou no árbitro Igor Junior Benevenuto (MG) e "rechaçou" a tentativa. 

ABRIU A PORTEIRA?

O Grêmio iniciou a quinta rodada como única equipe que não havia sofrido gols no Brasileirão. Mas o feito foi quebrado com requintes de crueldade: o Palmeiras marcou quatro vezes na vitória por 4 a 3, em novo jogo com chuva de gols, mas marcado por polêmicas.