RADAR / LANCE!
16/05/2016
14:17
Rio de Janeiro (RJ)

O pontapé inicial do Campeonato Brasileiro não ficou restrito a boas partidas, destaques e goleadas. Pelos gramados do país afora, torcedores se depararam com lances para lá de curiosos.

Entre dribles, erros e acertos, o LANCE! elenca abaixo o inusitado da primeira rodada do Brasileirão.

FALTA PARA CARTÃO... MAS DE QUE LADO, JUIZ?

A primeira trapalhada de árbitro do Brasileirão veio no Allianz Parque, durante a goleada por 4 a 0 do Palmeiras sobre o Atlético-PR. Após uma disputa de bola entre Lucas Barrios e Paulo André, o árbitro Bruno Arleu de Araújo marcou falta do atacante palmeirense e puxou o cartão amarelo. Porém, depois de dar o cartão, que culminaria na expulsão de Barrios, o juiz voltou atrás, deu falta a favor do Verdão e amarelou o zagueiro do Furacão.

SOBROU AZUL NO JOGO DO MENGÃO!

Na estreia do Flamengo, o goleiro rubro-negro Paulo Victor e a equipe do Sport entraram em campo vestindo azul. Após uma conversa com a arbitragem, houve autorização para PV seguir com a roupa da mesma cor, pois estava em um tom diferente do segundo uniforme do Leão.

MASCOTES DO GALO 'SOB MEDIDA'

Temendo desrespeitas à regra do Brasileirão quanto à média de altura e idade para mascotes que entram em campo com jogadores, funcionários do Atlético-MG utilizaram fita métrica no gramado do Independência, para saber quem entraria em campo antes do confronto com o Santos.

CRUZEIRO DISTRIBUINDO PONTAPÉS

No mesmo dia em que a Arena da Baixada sediou o UFC 198, os pontapés se estenderam ao jogo no qual o Coritiba bateu o Cruzeiro por 1 a 0, no Couto Pereira. Reforço celeste, Lucas cometeu duas faltas seguidas em um minuto e foi expulso. Porém, Romero se superou: com o jogo paralisado, deu um pisão nas costas de González, quando o venezuelano estava caído.

DERROTA COM MARCAS NA CAMISA DO FOGÃO

O Botafogo depositava suas últimas forças no duelo com o São Paulo, no Raulino de Oliveira quando, aos 41 minutos do segundo tempo, Ribamar teve uma camisa rasgada. Obrigado a sair de campo, o atacante teve de esperar alguns minutos até voltar para a reta final, mas não evitou a derrota por 1 a 0.

O PRIMEIRO GOL, UM JOGADOR NUNCA ESQUECE

O gol que deu a vitória ao São Paulo na manhã de domingo ainda rendeu uma cena bem curiosa. Após seu primeiro gol como profissional, Lucas Fernandes caiu em prantos no Estádio Raulino de Oliveira. Curiosamente, foi o primeiro gol de falta do Tricolor paulista desde a "Era Rogério Ceni".

JUIZ SENTE DORES DURANTE JOGO NO ARRUDA

A superação roubou a cena durante a etapa inicial do confronto entre Santa Cruz e Vitória. Aos 11 minutos, o árbitro Pablo dos Santos Alves teve de interromper a partida para... receber atendimento médico! Com dores lombares, o juiz foi atendido à beira do campo no Arruda e, depois de alguns minutos de paralisação, retomou o jogo até o final.

TROCA DE GOLEIROS ANTES DE JOGO DO TIMÃO

Um momento de infelicidade antecedeu a partida entre Corinthians e Grêmio. Durante o aquecimento dos goleiros corintianos, Matheus Vidotto caiu no gramado da Arena Corinthians e precisou sair carregado de campo. Às pressas, a comissão técnica do Timão teve de chamar o terceiro goleiro, Caíque França, para ocupar o banco de reservas, e ele foi espectador do empate em 0 a 0.

COLORADO NA MARCA DO PÊNALTI

Além do Internacional ter estreado com um empate insosso em 0 a 0 com a Chapecoense, o estigma recente quanto a pênaltis ficou ainda maior: com o erro de Paulão na marca de cal, são oito cobranças desperdiçadas, em 15 tentativas na temporada.

ALISSON GANHA AR 'MESSIÂNICO' EM ADEUS

Os ecos do tropeço do Internacional na estreia ainda renderam outra situação curiosa. Em meio às sonoras vaias das arquibancadas do Beira-Rio, apenas o goleiro Alisson foi "poupado". Porém, ele está de saída para reforçar a Roma.