Fluminense x Flamengo (Foto:Celso Pupo / Fotoarena)

Fluminense x Flamengo (Foto:Celso Pupo / Fotoarena)

Igor Siqueira
14/10/2016
11:08
Rio de Janeiro (RJ)

O procurador-geral do STJD, Felipe Bevilacqua, preferiu ainda não dar tanto eco à suspeita de interferência externa levantada pelo Fluminense no clássico contra o Flamengo, pelo Brasileirão.

O Tricolor já avisou que acionará o Tribunal para pedir anulação da partida, sob a alegação de que Sandro Meira Ricci só anulou o gol de Henrique - que estava, de fato, impedido - por causa da interferência externa.

- Tenho que ver tudo com muita calma, mas alterar o resultado da partida ou anular é pouco provável - avisou Bevilacqua, procurador-geral do STJD desde julho.

As imagens do lance e a súmula da partida, como de praxe, serão analisadas. O Fluminense terá uma reunião na parte da tarde com o advogado Pedro Maurity, que substituiu Mário Bittencourt na defesa do clube junto ao STJD, para definir os detalhes sobre o caso.

O STJD, em 2012, julgou caso de suspeita de interferência externa no jogo Internacional x Palmeiras, quando um gol de mão de Barcos foi anulado após muita indecisão da arbitragem. Não houve provas concretas e o jogo não foi anulado.