RADAR / LANCE!
08/11/2016
12:06
Rio de Janeiro (RJ)

O Brasileirão vai chegando a seus momentos finais, e proporciona uma sucessão de especulações sobre quem ficará com o título, quem garantirá as últimas vagas do G6 e quem não amargará o descenso ao final do ano. A 34ª rodada traz mais um panorama dos altos e baixos da competição.

Confira como os especialistas do LANCE! avaliam esta reta final do Brasileirão.

JOÃO CARLOS ASSUMPÇÃO - Colunista do LANCE!

O Palmeiras ficou com uma das mãos e meia na taça. Ao que tudo indica, o Flamengo tende a lutar para ficar no G3 do Brasileirão e evitar a pré-Libertadores. O Santos, único time a manter seu treinador por toda a temporada, e o São Paulo, foram outros times que chamaram atenção na competição.

Entre os destaques negativos vêm o esfacelado Corinthians, que já traz Oswaldo de Oliveira ameaçado, racha interno, temor do Lava-Jato e a indicação de que dias piores virão. O Fluminense, que não vinha jogando nada, demitiu seu treinador e indicou o desespero de tentar uma situação milagrosa nas últimas rodadas.


Sobre o Grêmio, é absurdo largar o Brasileirão da forma que fez. Outro gaúcho, o Internacional, não chegou a jogar mal contra o Palmeiras, mas precisa reagir logo, senão acabará caindo. 


EDUARDO MANSELL - Editor do LANCE!

A rodada encaminhou o título do Palmeiras. O Flamengo vem em queda livre e não deve ter fôlego para alcançar o Verdão. Tanto que o Santos se tornou a maior ameaça e é o mais regular na reta final. Mas a distância é considerável a quatro rodadas do fim.

Em termos de Libertadores, a rodada foi boa para o Botafogo, que pontuou em um clássico, enquanto seus concorrentes, Atlético-PR, Fluminense, Corinthians e Grêmio, perderam. Neste cenário, mais duas vitórias devem colocar o Glorioso no torneio, deixando a última vaga emocionante.

Já o funil do rebaixamento está cada vez menor. São Paulo, Cruzeiro e Sport indicam que escaparam nesta rodada. A briga vai ficar mesmo entre Inter, que voltou para a zona, Vitória e Coritiba. E olha que o Coritiba já abriu quatro da zona. Figueirense, Santa Cruz e América já foram.