Valdomiro Neto
24/10/2016
07:45
São Paulo (SP) 

Pela segunda rodada seguida, o Palmeiras aumenta a vantagem na liderança. Pelo segundo fim de semana seguido, o Flamengo permite que o seu rival pelo título se desprenda. Se no capítulo anterior, ambos jogaram fora de casa, desta vez os dois, também no mesmo horário, atuaram em seus domínios. O Verdão sofreu contra o Sport e com o gramado do Allianz Parque, cheio de falhas que faziam a bola sambar, mas venceu com grande atuação do goleiro Jailson. O Flamengo, na volta ao Maracanã, saiu duas vezes atrás, recuperou-se, pressionou, mas apenas empatou com o Corinthians em jogo quente. O Alviverde igualou o oponente no número de vitórias como mandante (cada um tem 11) e chegou a 15 partidas de invencibilidade.

Agora são seis pontos de diferença entre líder e vice-líder restando seis rodadas. Serão 18 pontos em disputa, tarefa árdua para o Flamengo. Na prática, como há um abismo no saldo de gols entre os concorrentes (os paulistas têm 13 de vantagem), o time carioca precisará tirar sete pontos. De quebra, Atlético-MG e Santos, que venceram na rodada, estão na cola e ambos podem ultrapassar a equipe no sábado. Isso porque a tabela contempla para esse dia choques diretos entre os quatro primeiros – Santos x Palmeiras e Galo x Flamengo com potencial para ou deixar o Verdão perto da taça ou reacender a chama rubro-negra.

A rodada também foi agitada na briga contra o rebaixamento. Os três grandes clubes ameaçados tiveram motivos para comemorar. O São Paulo, com forte apoio da torcida no Morumbi, derrotou a Ponte Preta e abriu sete pontos da degola. O Cruzeiro também acumulou gordura ao triunfar no confronto direto contra o Vitória, em Salvador. O time baiano abre o Z4. Por fim, o Inter obteve um bom empate contra o Grêmio em um clássico mais brigado que jogado.
Corinthians e Botafogo – que abriu a rodada na quarta passada com vitória sobre o Santa Cruz – estão fortes na disputa por vaga na Libertadores. Os cariocas são donos da arrancada mais expressiva do momento, o que os deixa como vice-líderes do segundo turno. Fluminense e Atlético-PR também estão nessa briga. O Tricolor empatou com o Coritiba, enquanto o Furacão completa a rodada nesta segunda contra o América-MG. Se empatar, tirará o Corinthians do G6.