Técnicos reunidos na sede da CBF (Foto: Reprodução / Twitter CBF)

'É preciso deixar as datas para jogos mais relevantes' (Foto: Rafael Ribeiro/CBF)

Nelinho*
05/10/2016
09:05
Belo Horizonte (MG)

Embora leve tempo e muita cautela para sua organização, há, sem dúvidas, possibilidade de o futebol brasileiro ter um calendário mais ajustado (e até semelhante à temporada da Europa). A medida mais urgente é decretar o fim dos campeonatos regionais.

A rivalidade entre os clubes do estado não é argumento suficiente para uma competição ocupar tanto tempo no calendário. Ano a ano, os jogadores têm de dividir os estaduais com Copa do Brasil e Libertadores no primeiro semestre, e logo depois voltar suas atenções para o Campeonato Brasileiro. É preciso deixar as datas para jogos mais relevantes.

Naturalmente, destinar mais espaço a competições nacionais não significa aumentar o número de clubes. Poderia acontecer de clubes sem a mínima condição financeira terem espaço, e corria o risco de piorar o nível de cada competição.

Além disto, é essencial que a reformulação ocorra também na CBF. É preciso gente correta, e com condições de proporcionar a organização no futebol. Afinal, já passou da hora também dos clubes se tornarem empresas, com pessoas especializadas lidando no dia a dia.

*Nelinho tem trajetória como jogador de futebol em clubes como Cruzeiro e Atlético-MG, e defendeu a Seleção Brasileira nas Copas do Mundo de 1974 e 1978.