RADAR / LANCE!
05/09/2016
12:32
Rio de Janeiro (RJ) 

Mesmo com o Brasileirão restringindo seu fim de semana à realização de jogos que foram adiados, as curiosidades não pararam de surgir. Além da elite do futebol nacional, outras competições apresentaram um repertório de situações para lá de inusitadas.

De cachorro em campo a interação nas redes sociais, o LANCE! traça o panorama das curiosidades do fim de semana. Confira!

PELO BATE E REBATE, O VOTO É...?

O "embate" frequente entre Carlos Alberto e Levir Culpi na beira do campo ofuscou o confronto entre Fluminense e Figueirense. Ao final da partida, o camisa 19 acusou o treinador de orientar o atacante Wellington a bater nele, e chegou a chamar Levir de "mau caráter". Em entrevista coletiva, Levir rechaçou as acusações, e ainda disse que Carlos Alberto não estaria certo nem se chamasse os advogados que lidaram com o processo de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff.

FEZ QUE FOI GOL... E DESISTIU DE SER!

A reta final do duelo em Edson Passos ainda reservou uma hesitação da arbitragem. Em uma dividida aérea com Nirley, o goleiro Diego Cavalieri sofreu falta e mandou a bola para a própria meta. Inicialmente, o juiz validou o gol, mas voltou atrás e garantiu o 3 a 2 tricolor.

VALEU, ESPERA QUE NÃO VALEU... NÃO VALEU MESMO!


A confusão do apito também tomou conta da Arena Botafogo. Inicialmente, Wagner Reway validou um gol de Sassá na partida com o Grêmio. Porém, o início da jogada trazia impedimento, e, após alguns instantes de conversa, idas e vindas, o gol foi anulado no triunfo botafoguense por 2 a 1.

NOITE DE CÃO

Os jogadores de Goiás e Brasil de Pelotas não foram os únicos a tentar correr atrás da bola na jogada do gol de Ednei. Assim que o lateral-direito cobrou a falta, um cachorro entrou em campo e foi em direção à grande área, roubando a cena em meio à comemoração do gol esmeraldino. Porém, o cão foi além: quando Juninho tentou segurá-lo, o animal avançou no lateral-esquerdo, que saiu correndo no gramado do Brasil de Pelotas. A noite acabou sendo "de cão" para os alviverdes: mesmo com o gol, a equipe perdeu por 2 a 1 para o Xavante, que tornou-se vice-líder da Série B.

NA MÃO É VENDAVAL!


A irritação com a arbitragem culminou em uma acusação para lá de polêmica na Série C. Insatisfeito com as expulsões de dois jogadores na derrota do Juventude para o Tombense por 3 a 0, o dirigente do clube gaúcho, Carlos Chiles, invadiu o gramado e foi em direção ao túnel. Em seguida, jogou no juiz algumas notas de cem reais, e disparou acusações (relatadas na súmula).


ESSA VAI PARA O FACE!

A boa atuação do Rio-Branco em partida Copa do Espírito Santo fez o técnico do clube, Flávio Annunziata, expor sua empolgação na memória... do Facebook. Ainda durante o jogo, o treinador divulgou uma foto que mostrava o placar parcial de 5 a 0 do Brancão sobre o Linhares, e deixou a legenda: "Cabe mais um". Nos comentários, Annunziata "atualizou" o placar, pois a partida acabou em 6 a 0. Em "A Gazeta", o técnico disse que foi uma forma de mandar notícias do jogo para sua esposa, que mora no Rio de Janeiro.