RADAR/LANCE!
01/06/2016
21:34
Porto Aegre (RS)


O Internacional segue numa boa no Brasileirão. Mesmo não jogando bem, no Beira-Rio, o time gaúcho derrotou por 1 a 0 o Atlético-PR - gol de Vitinho - e assumiu a liderança com 13 pontos (o antigo ponteiro Grêmio tem dez e joga nesta quinta-feira).  O Furacão, que merecia melhor sorte, parou nos quatro pontos.

O duelo teve o meia/atacante Alex alcançando uma marca relevante. Ao entrar no segundo tempo, ele atingiu o jogo 300 pelo clube e foi muito aplaudido. O jogador tem 77 gols e 12 títulos pelo Inter.

O técnico Paulo Autuori mais uma vez usou a estratégia de revezar o time atleticano. Os cinco jogadores mais avançados do Furacão que foram titulares na vitória sobre o Figueirense (Hernani, Nikão, Vinícius, Ewandro e André Lima) ficaram no banco.  Já Argel do Internacional repetiu a formação da vitória sobre o Santos.

O JOGO
O início foi truncado, com o Inter tomando a iniciativa e o Atlético buscando o contra-ataque, mas com ambos os times errando demais os passes. Bem postado e adiantando a marcação, o Furacão conseguiu as primeiras boas chances aproveitando o ponto fraco do Inter: a saída de bola na própria intermediária. Aos 13, depois de um passe errado, a bola chegou até Walter que entrou e chutou rasteiro na trave direita do goleiro Fernando.

No minuto seguinte, Fernando Bob errou um passe fácil que gerou novo contra-ataque que Giovanny, depois de tirar a marcação, ficou livre mas chutou na rede pelo lado de fora. A apatia colorada resultou em vaias da torcida, mas o time só foi se encontrar em campo a partir dos 25 minutos.

Mas o Inter não estava bem e só assustava com Vitinho. A primeira em chute de fora da área. A segunda, quando cobrou falta na área e Paulão quase marcou. E finalmente aos 38 minutos, quando o camisa 11 aproveitou um bate-rebate na área após escanteio e mandou para a rede, fazendo 1 a 0.

O lance do gol gerou muita reclamação do Atlético. O motivo: após o escanteio, Paulão dividiu com Cleberson antes da bola sobrar para Vitinho. Só que no choque com o zagueiro do Colorado, Cleberson se machucou (exames preliminares indicavam fratura no nariz) e teve de ser substituído (por Wanderson).

Como o árbitro carioca Wagner Nascimento considerou choque casual e validou o lance, a gritaria foi geral entre os paranaenses. E quando Cleberson era carregado para o vestiário, o técnico Paulo Autuori fez questão de mostrar para o quarto árbitro a lesão do zagueiro.

No segundo tempo , o Internacional voltou recuado, adiantando a marcação e exagerando nas faltas (foram quatro amarelos nesta etapa). Como fechou demais a sua intermediária, o Colorado conseguiu anular os ataques do Furacão, o que levou o treinador paranaense a fazer mudanças ofensivas, entrando com Ewandro e Vinícius.

Como o Inter seguiu eficaz na defesa e sem grande poder de fogo no ataque, o jogo seguiu com o placar inalterado até o fim, mas com o resultado sob medida para os gaúchos, líderes pelo menos até o fim da rodada de hoje. E que poderá manter-se na ponta no caso de um tropeço do Grêmio sobre o Palmeiras.

INTERNACIONAL 1x0 ATLÉTICO-PR

Motivo:
5ª rodada, Brasileirão 2016
Data/Hora: 1/6/2016, às 19h30
Local: Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Arbitragem: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ)
Assistentes: Dilbert Moisés (RJ) e Rogério Zanardo (SP) 

Cartões amarelos:  Paulão, Anselmo, Fernando Bob , Andrigo, Alex (INT);  Ewandro  e Eduardo (CAP)
Cartão vermelho: Não teve.
Público/Renda: 17.874 pagantes/ R$ 600.080,00

GOL: Vitinho, 38'1ºT (1-0) 

INTERNACIONAL: Danilo Fernandes; William, Paulão, Ernando e Arthur; Fernando Bob, Fabinho (Anselmo, 47'/1ºT), Sasha  e Andrigo (Alex, 22'/2ºT); Gustavo Ferrareis (Aylon, 33'/2ºT) e Vitinho. Técnico: Argel
ATLÉTICO-PR: Weverton; Eduardo, Cleberson (Wanderson, 47'/1ºT), Thiago Heleno e Sidcley; Otávio e Deivid; Marcos Guilherme e Pablo (Vinícius, 19'/2ºT); Giovanny (Ewandro 15'/2ºT) e  Walter. Técnico: Paulo Autuori.