Rafael Bullara
03/10/2016
07:55
São Paulo (SP)

Vitória, Cruzeiro e Internacional. Essas três equipes lutam contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro e conseguiram vencer no último sábado. O único do trio que segue entre os quatro últimos é o Inter e o Cruzeiro mandou o Figueirense para o purgatório com a vitória pelo placar mínimo no Mineirão.

A dez rodadas do final é importante se manter fora da zona, e o histórico mostra isso. Desde que a competição passou a ser disputada por 20 equipes (2006) foram 40 clubes rebaixados e 29 deles estavam na zona de rebaixamento no mesmo período da competição (72,5%). Muita coisa. Há quatro anos, por exemplo, Sport, Palmeiras, Atlético-GO e Figueirense eram os quatro piores após a 28 rodada e permaneceram assim até o término do Brasileiro de 2012.

América-MG e Santa Cruz, piores times do campeonato, completam a rodada nesta segunda-feira e não terão vida fácil. O Coelho enfrenta o Coritiba, outro candidato que briga para evitar a queda, enquanto o Santinha recebe o líder Palmeiras. Aqui uma pausa para falar sobre a outra ponta da tabela e a chance do clube paulista abrir vantagem para o vice Flamengo depois de três rodadas com só um ponto de diferença entre eles.

De volta ao rebaixamento, São Paulo e Sport não ganharam e viram a concorrência aumentar. O Tricolor paulista está a quatro pontos da zona, mas tem tabela ingrata nas próximas rodadas. Pega o Leão na Ilha do Retiro, tem o clássico diante do Santos, no Pacaembu, e posteriormente o Fluminense fora de casa.

O Sport, logo depois de receber o São Paulo, tem Chapecoense, fora de casa, e outro duelo direto lá embaixo, contra o Vitória, na Ilha.

O Colorado conquistou a segunda vitória nas últimas 20 partidas do Brasileirão. O resultado contra o Figueirense também evitou que a distância para deixar o grupo dos piores subisse para seis pontos. A rodada acabará com três e na quinta-feira o time de Celso Roth tem outra "final" contra o Coritiba, novamente no Beira-Rio.