Guerrero x Luis Fabiano

Guerrero desfalcará o Flamengo, e Luis Fabiano não defenderá o Vasco (Arquivo/LANCE!)

Vinícius Faustini
27/10/2017
15:35
Rio de Janeiro (RJ)

O embate entre Flamengo e Vasco, pela 31ª rodada do Brasileirão,  trará desafios para o setor ofensivo de ambas as equipes: Guerrero e Luis Fabiano estão vetados para a partida deste sábado, às 19h.  Às vésperas da nova edição do Clássico dos Milhões, ex-jogadores dos dois clubes reconhecem que os centroavantes farão falta no Maracanã, mas divergem sobre quem "perderá" mais com a baixa.

Multicampeão no Rubro-Negro e campeão brasileiro de 1989 no Cruz-Maltino, Tita crê que a equipe de Zé Ricardo tende a se ressentir mais com a ausência do Fabuloso:

- É claro que os dois são referências dos times, e sempre serão desfalques sentidos. Mas o Vasco vem perdendo mais com a ausência de Luis Fabiano. Mesmo com esta sequência de partidas longe, os outros atacantes do elenco do Vasco não vêm fazendo gols. É a prova de que falta ao setor ofensivo um jogador para impor respeito, e com poder de decisão. Ainda mais em um momento em que a equipe se mostra mais sólida no Brasileirão - afirmou, ao LANCE!.

Herói do título carioca do Flamengo em 2004 e com duas passagens na Colina, Jean aponta qualidades de Guerrero e do Fabuloso. Mas vê o peruano como uma ausência mais sentida:

- São dois atacantes de área, que intimidam as defesas adversárias. Mas, sem o Guerrero, o Flamengo perde um pouco mais. É um atacante experiente, de seleção peruana. Por mais que o Felipe Vizeu o Lucas Paquetá deem mostras que têm muito a crescer, o Guerrero acrescenta qualidade lá na frente - declarou, ao L!.

Tita reconhece que a ausência do gringo fará falta à equipe de Reinaldo Rueda. Entretanto, aponta que os prováveis substitutos no Flamengo podem contribuir no Maracanã:

- O Flamengo terá a ausência de um jogador do nível do Guerrero, que mostra qualidade e tem feito gols de sobra. No entanto, o Lucas Paquetá e o Felipe Vizeu são boas opções, e são bem ajustados ao atual padrão de jogo da equipe.

Jean também faz elogios ao Fabuloso:

- O Luis Fabiano é um jogador fixo, de área, que "prende" a marcação e ajuda o Vasco. Mas o Guerrero vem com muita firmeza no Flamengo.

Jean destacou que estas ausências surgem como um "combustível" para os respectivos jogadores que ficarão nos ataques de Flamengo e Vasco:

- Clássico é um bom momento para atacantes mostrarem serviço. Sem dúvida, os substitutos do Guerrero e do Luis Fabiano entrarão em campo com confiança para agarrar a chance de se firmar, seja no Flamengo ou no Vasco.