Vinícius Britto
14/05/2017
20:59
Rio de Janeiro (RJ)

Depois de vários dias livres, tanto Grêmio quanto Botafogo voltavam a campo na noite deste domingo. Contudo, somente um deles pareceu realmente disposto a vencer. Criando diversas oportunidades, o Tricolor Gaúcho venceu por 2 a 0 em sua casa e estreou com o pé direito. No Glorioso, o sinal de alerta pela partida abaixo da crítica.

O começo de jogo foi marcado pela intensidade gremista, que parecia buscar provar algo depois da pressão em cima de Renato pelo Gauchão. O domínio no setor do meio era nítido, com excelentes participações de Michel e Arthur.

No Glorioso, as linhas defensivas estavam pouco compactas. A ausência de Carli - aliada ao desencontro da dupla de zaga reserva - prejudicava também a segurança defensiva.

Aos 6 minutos, João Paulo perdeu a bola, com Luan saindo de cara com Gatito, para defesa do botafoguense. Aos 20, novamente o paraguaio apareceu, buscando finalização de Pedro Rocha. Barrios ganhava no pivô facilmente sobre Marcelo e Rabello. Enquanto Ramiro comandava a saída gremista, Bruno Silva e João Paulo estavam muito mal na partida.


Aos 46, Léo Moura infiltrou, em espaço deixado por Victor Luís. Gatito chegou a fazer duas defesaças, mas Marcelo/Rabello estiveram completamente perdidos no lance. Ramiro completou - na terceira tentativa gremista no mesmo lance - dando a vantagem para o Tricolor Gaúcho no final do primeiro tempo.

A justiça reinava no placar, com o time da casa finalizando 12 vezes, contra apenas duas do visitante.

No segundo tempo, a pressão continuou, com Luan flutuando com muita liberdade. Na primeira chance, parou em Gatito. Aos 9 minutos, Ramiro aproveitou corte errado de João Paulo e finalizou. A bola desviou na mão de Luan - involuntariamente - e enganou o goleiro alvinegro. Gol ilegal, que aumentou a vantagem.

Atrás, Jair buscou abrir o time, com as entradas de Guilherme e Gilson. Contudo, a diferença para a equipe de Renato ainda era gritante. Coletivamente, o Grêmio sobrou no jogo. Luan arranjava espaços entre o meio alvinegro, mas desperdiçava chances inacreditáveis. Gilson ainda acertou a trave no final.

Nem mesmo a falta de pontaria do rival colocou o Botafogo no jogo. Uma partida apática de modo geral. Agora, ambos os times têm compromissos na Copa Libertadores.

FICHA TÉCNICA:

GRÊMIO 2 x 0 BOTAFOGO
Data/hora: 14/05/17, às 19h
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Arbitragem: Braulio da Silva Machado (SC)
Cartões amarelos: Marcelo Oliveira (GRE); Marcelo, Rodrigo Pimpão, João Paulo, Bruno Silva e Emerson (BOT)
Público e renda: 18.552 pagantes - 20.289 presentes - Renda: R$ 679.923,00

GOLS: Ramiro (46'/1ºT) (1-0) e (9'/2ºT) (2-0)

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Léo Moura, Kannemann, Geromel e Marcelo Oliveira (Bruno Cortez, aos 26'/2ºT); Michel, Arthur (Gaston Fernández, aos 35'/2ºT) e Ramiro; Luan, Pedro Rocha e Lucas Barrios (Jailson, aos 31/2ºT) - Técnico: Renato Gaúcho

BOTAFOGO: Gatito Fernández; Emerson, Marcelo, Igor Rabello e Victor Luis; Airton (Gilson, aos 12'/2ºT), Bruno Silva, João Paulo e Camilo (Guilherme, aos 12'/2ºT); Rodrigo Pimpão e Roger (Joel, aos 32'/2ºT) - Técnico: Jair Ventura.