Valdomiro Neto
06/06/2016
07:05
São Paulo (SP) 

Corinthians e Grêmio venceram no 'apagar das luzes', como diriam os antigos narradores esportivos. Os gols salvadores de Uendel e Luan, nas arenas, içaram a dupla às duas primeiras colocações do Brasileiro. E para separá-los na tabela é preciso percorrer vários itens da lista de critérios de desempate. Os clubes venceram quatro vezes, têm saldo de seis gols, fizeram dez gols e empataram por 0 a 0 no confronto direto, ainda na primeira rodada. Então, enfim, veio a diferença: o número de cartões vermelho. O time gaúcho recebeu um, justamente o de Lincoln no jogo deste domingo, contra a Ponte. O Corinthians ainda não teve nenhum expulso. 

E os arquirrivais da dupla são justamente os seus seguidores na tabela. O Internacional, que liderava antes da sexta rodada, perdeu para o Vitória por 1 a 0 e caiu da ponta, levando junto a invencibilidade. O Palmeiras venceu o Flamengo por 2 a 1, em Brasilia, e tomou do Rubro-Negro um lugar no G4. No próximo domingo, o Allianz Parque receberá nada menos que o Dérbi paulista. 

Em mais uma rodada tivemos vários jogos com poucos gols. Verdade que apenas Chapecoense e Fluminense ficaram no 0 a 0 - o time de Chapecó é o único invicto da disputa graças a quatro empates -, mas quatro partidas terminaram 1 a 0 (placar que havia predominado no meio de semana). Como contraponto, como já havia acontecido anteriormente, houve uma partida recheada de gols. Desta vez foi o 4 a 4 entre Sport e Atlético-MG, na Ilha do Retiro. 

O América-MG acabou com o estigma de único a não vencer ao fazer 1 a 0 no Figueirense. Um resultado que, associado ao triunfo do Atlético-PR sobre o Santa Cruz, jogou o Botafogo para a degola. O time do técnico Ricardo Gomes foi goleado pelo Santos, no Pacaembu, e começa a preocupar seu torcedor. São três derrotas seguidas e nenhum gol marcado nessa sequência negativa. 

Outro grande time que pena neste início de competição é o Cruzeiro. Ao perder por 1 a 0 para o São Paulo, no Mineirão, a Raposa segue sem vencer em casa e faz companhia a América, Coritiba e Botafogo na zona do descenso.