RADAR/LANCE
23/10/2016
21:32
Belo Horizonte (MG)

O Atlético-MG não jogou bem, mas conseguiu fazer seu dever de casa e saiu vencedor contra o Figueirense nesta noite de domingo, no Independência. Com gols de Otero, Júnior Urso e Fred, o Galo venceu por 3 a 0 e afundou ainda mais o time catarinense na zona de rebaixamento.

Com o resultado, o Atlético vai aos 59 pontos, encurta sua desvantagem para o Flamengo, agora de dois pontos, mas segue a oito do líder Palmeiras. Já o Figueirense permanece com 32 pontos e segue amargando a zona de rebaixamento.


O JOGO

A primeira metade da etapa inicial foi só do Atlético. Soberano, o time da casa fez valer o mando de campo e tomou as rédeas, atacando mais e amadurecendo seu gol. E ele saiu aos 15 minutos. A falta na intermediária dava mais pinta de que a bola seria levantada na área. Mas o venezuelano Otero pegou forte e, mesmo de muito longe, colocou efeito para surpreender e balançar as redes de Gatito Fernández.

Após o gol, o Atlético diminuiu o ritmo e tirou o pé, buscando dar mais espaços ao Figueirense e explorar as descidas em velocidade. Contudo, o time visitante aproveitou bem a posse de bola, adiantou suas linhas e deixou a partida mais perigosa. Por duas vezes, a equipe de Santa Catarina ameaçou nos lançamentos rasteiros. Na primeira, Rafael Silva caiu na área e pediu pênalti. Minutos depois, Lins também saiu na cara do gol, mas o goleiro Victor conseguiu dar um leve toque e jogar para escanteio.

O segundo tempo começou com o Atlético ainda mesclando momentos de relaxamento com alguns lances de disposição. Na descida rápida do Figueirense, Victor fez milagre ao salvar a batida forte e rasteira de Jackson Caucaia. O cenário só melhorou com as entradas do titular Fábio Santos e o retorno de Luan, que voltou de lesão. Em seguida, o Galo criou duas boas oportunidades e ainda contou com a expulsão de Werley, que levou o segundo amarelo e deixou o Figueirense com um a menos faltando ainda pouco mais de 20 minutos para o final do jogo.

Com dificuldades para fazer a bola chegar à meta rival, o Atlético ainda viveu momentos de drama antes de aliviar sua torcida. O desfecho positivo só foi confirmado nos minutos finais da partida, após a entrada de Robinho. O rei das pedaladas foi o responsável pela assistência a Júnior Urso, autor do segundo gol. Já no apagar das luzes, o artilheiro Fred recebeu de Cazares, invadiu a área e chutou cruzado para fechar a conta. 3 a 0 placar final. Por reclamação, o volante Josa ainda saiu de campo expulso pelo árbitro.

ATLÉTICO-MG 3 x 0 FIGUEIRENSE

Motivo: 32ª rodada, Brasileirão 2016
Data/Hora: 23/10/2016, às 19h30
Local: Independência, em Belo Horizonte
Árbitro: Grazianni Maciel Rocha (RJ)
Assistentes: Eduardo de Souza Couto (RJ) e Carlos Henrique Alves de Lima (RJ)

GOLS: Otero, 15'1ºT (1-0); Júnior Urso, 42'2ºT (2-0); Fred, 44'2ºT (3-0)

Cartão amarelo:
 Otero, Clayton (CAM); Josa, Werley, Jackson Caucaia, Marquinhos (FIG)
Cartão vermelho: Werley, Josa (FIG).
Público/Renda: 14.615 presentes/R$247.750,00.

ATLÉTICO-MG: Victor, Carlos Cesar, Gabriel, Erazo e Leonan (Fábio Santos - 19'2ºT); Júnior Urso, Leandro Donizete; Cazares, Otero (Robinho - 37'2ºT), Clayton (Luan - 19'2ºT) e Fred. Técnico: Marcelo Oliveira

FIGUEIRENSE: Gatito Fernández; Ayrton, Marquinhos, Werley e Marquinhos Pedroso; Josa, Ferrugem, Bady (Everton Santos - 19'2ºT) e Jackson Caucaia (Elvis - 19'2ºT); Lins (Bruno Alves - 27'2ºT) e Rafael Silva. Técnico: Marquinhos Santos.