RADAR / LANCE!
09/08/2016
15:08
Rio de Janeiro (RJ)

O pano se fechou para o Primeiro Turno, deixando como lembranças um Brasileirão uma 19ª rodada com oscilações eletrizantes classificação e... o inusitado à flor da pele. Teve bronca com arbitragem, com treinador, sobrou até para dirigente de clube.

O LANCE! elenca abaixo as últimas curiosidades que deixou o Primeiro Turno (à exceção de Botafogo e Grêmio, que jogarão em 4 de setembro). 

TOMA ALGUMA ATITUDE, Ô, PRESIDA!

A impaciência da torcida do Flamengo com Chiquinho fez a torcida recorrer a um apelo um tanto quanto estranho. No intervalo da partida no Kleber Andrade, em Cariacica (ES), torcedores se aproximaram do local onde estava o camarote do presidente Eduardo Bandeira de Mello e "pediram" para que o lateral-esquerdo fosse tirado de campo. A cena rendeu alguns minutos de uma curiosa "conversa", na partida vencida pelos flamenguistas por 1 a 0.

EXPULSÃO DA DISCÓRDIA E 'EXEMPLO DE CÁSSIO'

Mais uma vez, uma falta cometida por um goleiro gerou muita bronca com arbitragem. Fora da área, Vanderlei derrubou Tiago Rangel, do América-MG. O árbitro Pablo Santos Alves, após consultar um de seus assistentes, mandou o camisa 1 santista para o chuveiro e, em seguida, o Coelho venceu por 1 a 0. Irritado, o técnico Dorival Júnior comparou o lance com a falta do corintiano Cássio na partida diante do Figueirense:

- Perguntei ao bandeira o que tinha acontecido e no primeiro momento ele disse que o Vanderlei botou a mão na bola, mas vamos ver isso na imagem. Perguntei qual é a jogada correta, porque tinham nos passado que a do Cássio foi correta. De repente são duas maneiras de interpretar. Qual a certa e verdadeira? Para não ficarmos desinformados. Ficamos perdidos com as mudanças de regras antes da competição.

TÔ MACHUCADO, MAS TUDO BEM!

A vontade de Barrios em mostrar serviço no Palmeiras foi tamanha que fez o paraguaio tentar superar suas próprias dores. Apesar dos médicos constatarem que não dava para ele continuar na partida contra o Vitória, o atacante (que marcara um gol) discutiu com Cuca após o técnico substitui-lo no triunfo por 2 a 1.

TIREM AS CRIANÇAS DO ESTÁDIO...

Recém-chegado no Coritiba, o paraguaio Nery Barreiro demonstrou literalmente que está "à vontade" no Couto Pereira. Precisando trocar o calção durante a partida em que a equipe bateu a Ponte Preta, o jogador foi para o banco de reservas e mudou a roupa calmamente.

PERDEU A ELEGÂNCIA, FALCÃO?

A arbitragem causou irritação até no sempre cordial Paulo Roberto Falcão. Irritado por uma falta não marcada na lateral, o então treinador do Internacional subiu o tom, foi expulso e, ainda por cima, saiu do Beira-Rio discutindo com o quarto árbitro no empate em 2 a 2 com o Fluminense, sua última partida no comando do Colorado.

ENTROU AREIA...

O caminho do Santa Cruz não está esburacado apenas na classificação do Brasileirão. No intervalo da partida com o São Paulo, funcionários do clube pernambucano foram flagrados tapando buracos do gramado do Arruda com areia. A partida terminou com derrota por 2 a 1.

EMPATE, MAS NO LIMITE ATÉ NA MARCA DE CAL...

O empate do Sport veio com direito a dar fortes emoções para a torcida que compareceu no Orlando Scarpelli. A cobrança fraca de Túlio de Melo chegou a ir para as mãos do goleiro do Figueira, mas acabou entrando. 

DA EXPECTATIVA ÀS LÁGRIMAS EM 13 MINUTOS

O meia-atacante Luan foi protagonista de um momento dramático em meio à vitória do Atlético-MG por 3 a 1 sobre a Chapecoense. Lançado por Marcelo Oliveira aos poucos, por se recuperar de lesão na coxa direita, o camisa 27 saiu de campo 13 minutos depois, aos prantos, com dores na coxa esquerda.

É PÊNALTI... NÃO É PÊNALTI?

O goleiro Cássio novamente foi protagonista de uma bronca de arbitragem. Durante o empate em 1 a 1 com o Cruzeiro, o camisa 12 teve um choque fortíssimo com Ábila e o árbitro mandou seguir. Logo depois, uma imagem do joelho do meia viralizou na Internet. Ao fim da partida no Pacaembu, o cruzeirense Rafael Sóbis disparou: "Precisamos jogar contra o juiz também, porque ele está de palhaçada".

ESTREANTE ESCAPA DE 'PERIGO DE FRANGO'

Promovido a titular no lugar do suspenso Fábio, Lucas França quase passou por apuros em sua estreia na meta do Cruzeiro. Em finalização corintiana, o goleiro encaixou a bola, mas ela... caprichosamente escorreu pelas suas pernas. O jovem lutou e, no limite da linha, conseguiu evitar, garantindo o empate em 1 a 1.