LANCE!
31/07/2016
17:56
Coritiba (PR)

O palco que por muitos anos foi hostil para o Flamengo virou mais uma vez um “salão de festa”. O mesmo Couto Pereira, onde por 10 anos o Rubro-Negro só
perdeu para o Coritiba, foi o local de mais uma vitória sobre o Coxa, a quarta nos últimos quatro anos na capital paranaense. Os responsáveis diretos pelo placar de 2 a 0, neste domingo, pela 17ª rodada do Brasileirão, foram Guerrero e Marcelo Cirino. Assim, o Flamengo segue no ritmo de caça ao G4, agora com 30 pontos.

Com o resultado, o time da Gávea foi a 30 pontos, ficando em quinto e mantendo o ritmo de caça a uma vaga na Libertadores. Já o Coritiba continua fora da zona de rebaixamento, mas sob muito risco, com 18 pontos. Na próxima rodada, o Flamengo tem um confronto direto na briga por um lugar no G4: o adversário é o Santos, na Arena Pantanal. Já o Coxa visita o Vitória.

O primeiro tempo dos dois times foi meio blasé. Só o Coxa teve uma chance mais aguda, logo nos primeiros minutos, com o lateral Carlinhos – de surpresa – desperdiçando quase na pequena área a finalização que nasceu após tabela muito bem executada.

No mais, um Flamengo com mais posse de bola, certa liberdade para girar o jogo no meio-campo, mas sem conseguir o dinamismo capaz de levar perigo à defesa do Coxa. Guerrero só apareceu no primeiro tempo para levar mais um cartão por reclamação. Contra-ataque? Artigo de luxo, que o Fla não estava conseguindo garimpar.

O diagnóstico de Kleber Gladiador na saída para o intervalo foi preciso: o time da casa deu espaço para Márcio Araújo fazer “pêndulo” de lado a lado do campo e não pressionou. Mas a intensidade do segundo tempo foi completamente diferente, ainda que as escalações tenham continuado as mesmas.

O ponto de desequilíbrio começou a surgir quando João Paulo perdeu a bola no campo de ataque. Aí, com a defesa desmantelada, Mancuello deu um passe longo digno de aplausos. O destino? O pé direito de Guerrero, que nem precisou dominar para concluir a jogada com perfeição. Foi o terceiro jogo seguido que o peruano fez gol.

O Coritiba, pressionado pela necessidade de conseguir um resultado para tirar as costas da entrada da zona da degola, tentou ensaiar uma pressão, mas o Flamengo soube controlar o jogo, apesar do risco por ter tirado o pé do acelerador.

Mas ainda deu tempo de Marcelo Cirino, aproveitando passe de Cuellar, sacramentar a vitória rubro-negra e fazer o 2 a 0. 

CORITIBA 0 X 2 FLAMENGO
Local: Couto Pereira, em Curitiba (PR)
Data/Hora: 31/7/2016, às 16h
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (Fifa-MG)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo (MG) e Celso Luiz da Silva (MG)
Cartões amarelos: Luccas Claro (CTB); Guerrero, Pará (FLA)
Gol: Guerrero, 6'/2ºT (0-1); Marcelo Cirino, 43'/2ºT (0-2)
Renda/Público: R$ 616.520,00 /16.177 pagantes

CORITIBA: Wilson; Ceará (Bernardo, 40'/2ºT), Luccas Claro, Juninho e Carlinhos; Edinho, João Paulo, Alan Santos (Iago, 20'/1ºT) e Raphael Veiga (Felipe Amorim, 25'/2ºT); Kazim e Kleber. Técnico: Pachequinho

FLAMENGO: Alex Muralha, Pará, Rafael Vaz, Juan (Donatti, 10'/2ºT) e Chiquinho; Márcio Araújo, Willian Arão, Alan Patrick (Cuellar, 37'/2ºT), Mancuello (Marcelo Cirino, 17'/2ºT) e Everton; Guerrero. Técnico: Zé Ricardo