LANCE!
23/09/2016
14:17
Rio de Janeiro (RJ)

Sem o Maracanã, que não será entregue em tempo hábil pelo Comitê Rio-2016, o Fla-Flu do segundo turno do Campeonato Brasileiro tem grandes chances de acontecer em Goiânia. 

O Serra Dourada é a alternativa encontrada pelos organizadores da partida junto aos clubes. O Fluminense, mandante, negociou o jogo com a empresa do ex-atacante Roni, que é da capital goiana. 

Houve uma tentativa de liberação do Engenhão para o clássico, mas o Botafogo fechou as portas.

Além da dificuldade logística para usar o Nilton Santos, já que o aparato dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos ainda está no local, o Botafogo já tem jogo marcado para o mesmo dia do Fla x Flu - 12 de outubro. A diferença é que o jogo do Alvinegro está marcado para as 21h45, enquanto a tabela traz o clássico às 17h do feriado.

O Botafogo reforçou nesta sexta-feira a negativa através do Twitter, citando que o clássico no Nilton Santos está "descartado". Em condições normais, o Alvinegro até admitiria negociar com o Fluminense, mas não toparia ajuste com o Flamengo, caso o mando fosse rubro-negro, porque há uma batalha judicial entre os rivais envolvendo o volante Willian Arão.

A Federação Goiana já está ciente da intenção dos clubes e da empresa de Roni de usar o Serra Dourada. A entidade aguarda a definição oficial das partes para dar o aval.

Goiânia foi a alternativa encontrada depois que as portas do Mané Garrincha, em Brasília, também se fecharam. É que vai ter um show na véspera, inviabilizando a utilização para o clássico. Como Brasília e Goiânia são relativamente próximas, a cidade foi sugerida.