Léo Saueia
21/08/2016
19:57
São Paulo (SP)

O Santos entrou em campo aliviado e já contando com o retorno do “trio de ouro” para o duelo de quarta-feira pela Copa do Brasil, mas “esqueceu” do jogo com o Coritiba e perdeu. Com poucas chances dos dois lados, o Coxa arrancou a virada no fim do jogo e venceu por 2 a 1, em casa. Foi a segunda derrota seguida do Alvinegro fora de casa - a outra foi há duas semanas para o América-MG. O "fantasma" de 2015, quando o time só venceu uma longe da Vila, parecia exorcizado, mas voltou a rondar as cabeças de Dorival & Cia.

No primeiro tempo, apenas duas chances de gol movimentaram o jogo. Com o frio de de 5ºC, os times não esquentaram a partida que viria a afastar o Coxa da zona de rebaixamento e deixar o Santos mais longe do líder Palmeiras.

O primeiro lance foi santista. Ricardo Oliveira emendou chute de primeira e obrigou Wilson a cair para espalmar. Na sequência, Caju entregou um presente para Dodô, que serviu Kleber debaixo do gol e viu Vanderlei fazer excelente defesa.

À exceção das duas chances, o que se viu foram duas equipes sem intensidade. Muitos passes laterais e pouca penetração entre as linhas.

Na segunda etapa, João Paulo ficou com “inveja” de Caju e decidiu presentear o Santos com um gol que ele mesmo não acreditava. Recuou mal para o goleiro Wilson, Ricardo Oliveira antecipou e só empurrou.

Ao assumir a liderança do placar e a vice-liderança do Brasileirão, Vitor Bueno ainda teve chance de ampliar após cruzamento de Léo Cittadini, mas não conseguiu alcançar.

Com o gol, o Santos esfriou ainda mais o jogo e contava os minutos para o fim. Mas a bola aérea – sempre ela! – atacou mais uma vez. Evandro cabeceou, Vanderlei espalmou e Kleber completou para empatar tudo. 

E lembram da relação entre Caju e João Paulo? Pois o lateral do Santos tentou novamente retribuir a gentileza. “Dominou” uma bola para Evandro, que saiu na cara do gol e acertou a trave esquerda do Peixe.

Mas o erro de Evandro foi recompensado por outro presente. Este divino. Iago arriscou chute despretensioso de muito longe e acertou o ângulo de Vanderlei aos 40 minutos.

No último teste sem Gabigol, Zeca e Maia, o Santos foi reprovado. O fantasma fora voltará a assombrar?

FICHA TÉCNICA
CORITIBA 2 X 1 SANTOS

Local: Couto Pereira, em Curitiba (PR)
Data/Hora: 21/8/2016 - 18h
Árbitro: Claudio Francisco de Lima e Silva (SE)
Auxiliares: Ailton Farias da Silva e Daniel Vidal Pimentel (SE)

Público/Renda: Não disponíveis
Cartões amarelos: Neto Berola (COR); Léo Cittadini, Gustavo Henrique e Jean Mota (SAN)
Cartões vermelhos: -
Gols: Ricardo Oliveira 14'/2T (0-1); Kleber 27'/2T (1-1); Iago 41'/2T (2-1)

Coritiba: Wilson; Dodô, Juninho, Luccas Claro e César Benítez (Evandro, aos 17'/2T); João Paulo, Edinho, Raphael Veiga (Thiago Lopes. aos 46'/2T) e Juan; Kleber e Neto Berola (Iago, aos 29'/2T). Técnico: Paulo Cesar Capergiani

Santos: Vanderlei; Victor Ferraz, Luiz Felipe, Gustavo Henrique e Caju; Léo Cittadini e Renato; Lucas Lima (Jean Mota, aos 31'/2T), Vitor Bueno (Joel, aos 40'/2T) e Copete (Rodrigão, aos 43'/2T); Ricardo Oliveira. Técnico: Dorival Júnior