RADAR / LANCE!
01/11/2016
17:01
Rio de Janeiro (RJ)

O Brasileirão ainda passará por muitas rodadas pela frente, mas o gostinho de saudade passou por esta 33ª rodada. Mas, em meio aos altos e baixos a cada partida, teve muita coisa curiosa passeando pela competição afora.

O LANCE! traz o inusitado da rodada a partir de agora. Confira!

SÓ NOS RESTA AGORA DIZER ADEUS...

Responsável por erguer a Taça Jules Rimet de 1970 e ser capitão do tri mundial, Carlos Alberto Torres se despediu aos 72 anos, mas a lembrança de seu vazio passou por todos os gramados. Os dez jogos da rodada tiveram um minuto de silêncio pelo "Capita".

QUE PRAZER REVER VOCÊS!

Eduardo Baptista até era adversário do Sport, mas parte da torcida leonina não se importou com isto. Quando entrou na Ilha do Retiro para comandar a Ponte Preta, o treinador (que iniciou sua carreira no clube) foi aplaudido em meio a tímidas vaias. Em campo, porém, o Leão não perdoou: 1 a 0 sobre a Macaca.

FOI... FOI PÊNALTI?

A arbitragem voltou a chamar a atenção no Maracanã. Richarlison caiu na entrada da área após a entrada de Victor Ramos, mas o árbitro não pestanejou e apontou... pênalti para o Fluminense. O Tricolor das Laranjeiras marcou, mas não passou de um empate em 2 a 2 com o Vitória.

MALDIÇÃO DEBAIXO DAS TRAVES

Ser goleiro no Corinthians parece uma tarefa para lá de dolorosa. Agora, foi a vez de Walter sair de campo de início, com dores fortes, para dar lugar a Cássio, que também já penou no estaleiro. Mesmo com o novo arqueiro, o Timão ficou só no 1 a 1 com a Chapecoense.

NOVO 'BURRO COM SORTE'?

Ao ver Marcelo Oliveira sacando Leandro Donizete para promover a entrada de Lucas Pratto, a torcida do Atlético-MG soltou a voz para dirigir os gritos de "burro". Curiosamente, na reta final, o argentino marcou um dos gols do Galo no empate em 2 a 2 com o Flamengo.

'FOGO AMIGO'

Na luta pelo G6, o Atlético-PR contou com a ajuda do "fogo amigo" de um ex-jogador do clube para superar o Cruzeiro. Hoje na equipe celeste, Manoel desviou para a própria rede e fez o gol que garantiu o triunfo por 1 a 0 em jogo difícil na Arena da Baixada.

AMOR EM PRETO E BRANCO

Na Arena Botafogo, teve ao menos um casal que não ficou só amargando o 0 a 0 do Alvinegro com o Coritiba. No intervalo da partida, um botafoguense aproveitou que ele e a namorada estavam em campo numa ação promocional, e a pediu em casamento diante da torcida.

MAS ESTAVA INDO TÃO BEM...

O colorado que foi ao Beira-Rio iniciou a partida com o Santa Cruz com a confiança acelerada: Vitinho marcou um gol de barriga e a equipe esbanjava superação em campo. Porém, a massa desandou em grande estilo. Além de ter um expulso, o adversário empatou e, para completar, o autor do gol saiu de campo machucado. 

'BATISMO' DE FOGO

Sem contar com o titular Jaílson, o Palmeiras promoveu uma ousadíssima estreia na meta justamente no clássico diante do Santos. Vinícius Silvestre ficou encarregado de tentar conter o ímpeto santista na Vila Belmiro. Mas nem o fôlego do garoto segurou a fome do adversário, que venceu por 1 a 0 e quebrou a invencibilidade de 15 jogos do Verdão.

LAMENTÁVEL...

O Orlando Scarpelli foi o mais novo palco de uma confusão de torcida no Brasileirão. O primeiro tempo caminhava para o fim quando um grupo de torcedores do Figueirense passou a provocar outra parte com a expressão "torcida geladeira". A situação gerou empurrões, vandalismo muito corre-corre nas arquibancadas. Para conter os brigões, a PM utilizou gás de pimenta. A partida com o Grêmio ficou em 0 a 0.

QUE GOLZINHO INDIGESTO, HEIN?

Nem todos no América-MG conseguiram saborear o gostinho da vitória por 1 a 0 sobre o São Paulo. Pouco após marcar o gol, Michael pediu atendimento por problemas de estômago. Após tomar um sal de frutas, o atacante voltou a campo para a sequência do jogo no Independência.