Montagem - João Leite e Alexandre Kalil (candidatos a prefeito em Belo Horizonte)

O ex-goleiro João Leite e o ex-dirigente Alexandre Kalil disputam o Segundo Turno da Prefeitura de Belo Horizonte

Thiago Fernandes e Vinícius Faustini
28/10/2016
07:00
Belo Horizonte (MG)



A corrida eleitoral terá novo ato neste domingo, quando várias cidades definirão, em Segundo Turno, quem se consolidará como prefeito. Entre tantas disputas, a prefeitura de Belo Horizonte reserva uma situação atípica: Alexandre Kalil e João Leite, candidatos que têm trajetória no esporte se enfrentam, desta vez, nas urnas.

Abaixo, o ex-goleiro e o ex-dirigente detalham como a vivência de cada um no esporte pode fazer com que contribuam para a área. E, ainda nesta sexta-feira, o LANCE! traz entrevistas exclusivas com Alexandre Kalil e João Leite sobre ideias para o esporte na capital mineira.

ALEXANDRE KALIL (PHS) 

Um clube do tamanho de Atlético, de Cruzeiro, de Corinthians, de Flamengo, é muito maior do que milhares de cidades do Brasil. Então, você administrar um clube grande é como administrar uma cidade com o orçamento, por volta de R$ 300 milhões.


JOÃO LEITE (PSDB) 

A carreira como atleta me ensinou valores como o trabalho em equipe, a disciplina, o comprometimento e a solidariedade. Vou levar este mesmo espírito para o trabalho na prefeitura de Belo Horizonte. No caso específico dos projetos esportivos, minha experiência contribui muito. Nasci numa vila, numa família simples, e o esporte, além de promover a saúde e propiciar o lazer, me deu a oportunidade de crescer, de construir minha trajetória e vencer na vida. É esta a dimensão do esporte que mais aprecio e valorizo: a criação de oportunidades para nossas crianças e jovens.