Marco Polo Del Nero, presidente da CBF (Foto: Leo Correa/Mowa Press)

Marco Polo Del Nero, presidente da CBF (Foto: Leo Correa/Mowa Press)

Igor SIqueira
21/10/2016
11:39
Rio de Janeiro (RJ)

O presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, fez uma análise rápida da decisão do STJD de não dar prosseguimento ao pedido do Fluminense de impugnar a partida contra o Flamengo, alegando interferência externa.  Na visão de Del Nero, o Tribunal acertou ao não levar o caso a julgamento.

- Foi uma decisão justa. A avaliação tem que ser feita do árbitro pela corregedoria - comentou Del Nero, que emendou:

- Futebol tem que se resolver no campo de jogo. Esse é o melhor futebol.

Indagado se acharia que Sandro Meira Ricci e seus auxiliares Emerson Augusto de Carvalho e Marcelo Van Gasse não deveriam ir à Copa do Mundo de 2018, Del Nero se esquivou:

- Quem convoca é a Fifa. Existe um momento das pessoas. Pode ser que ele estava em um bom momento - completou o presidente da CBF.