LANCE!
13/05/2016
07:45
Belo Horizonte (MG) 

Galo e Cruzeiro, por motivos diferentes, entram com incentivo para obter o caneco do Brasileirão. O Atlético-MG, campeão da primeira edição, nunca mais ergueu a taça. No ano passado, brigou com o Corinthians e terminou com o vice. A Raposa, por sua vez, divide com São Paulo e Corinthians o posto de maior campeã dos pontos corridos (très títulos) e tenta isolar-se nessa condição. Confira como chegam os rivais mineiros na competição que começa no próximo sábado: 

HOME - Atlético-MG x Melgar - Copa Libertadores - Robinho (Foto: Mourão Panda/Fotoarena/LANCE!Press)
Experiente Robinho lidera o Galo  Foto: Mourão Panda/Fotoarena/LANCE!Press

COMO CHEGA O GALO

Dividindo as atenções com a Libertadores, em que disputa uma vaga na semifinal contra o São Paulo, o Galo entra favorito também ao título brasileiro, que não conquista desde a primeira edição, em 1971. Mais encorpado que no ano passado, o atual vice-campeão tem mais peças à disposição do uruguaio Diego Aguirre. No entanto, todo cuidado é pouco, principalmente na defesa e nas laterais, que não possuem reservas tão eficientes quanto os titulares e podem virar desfalques por lesão ou convocações.

A perda do título mineiro para o América-MG, que retorna à Série A nacional este ano, aumenta a necessidade de brigar pela taça. O atacante Lucas Pratto, artilheiro da equipe na edição do ano passado, e o experiente Robinho são os condutores da equipe. Além deles, o meio de campo técnico, o goleiro Victor e os laterais Douglas Santos e Marcos Rocha são destaques. 

Time-base: 
Victor, Marcos Rocha, Leonardo Silva, Erazo e Douglas Santos; Leandro Donizete, Rafael Carioca e Júnior Urso; Dátolo (Cazares), Robinho e Lucas Pratto. Técnico: Diego Aguirre.

DESEMPENHO EM 2016 

JOGOS:
28
VITÓRIAS: 14
DERROTAS: 7
EMPATES: 7
GOLS PRÓ: 51
GOLS CONTRA: 26

S0MANDO MINEIRO, LIBERTADORES, TORNEIO DA FLÓRIDA E PRIMEIRA LIGA

Paulo Bento
Raposa será comandada por Paulo Bento foto: AFP

COMO CHEGA A RAPOSA

A indefinição sobre o novo treinador durou mais de 15 dias e já coloca o Cruzeiro um passo atrás dos seus concorrentes no Brasileirão. O novo comandante, o português Paulo Bento (com passagens por Sporting e seleção portuguesa) terá pouco tempo para conhecer a equipe, que ainda carece de reforços em alguns setores. As chegadas dos ex-palmeirenses Lucas e Robinho aumentam a qualidade técnica do time, mas para não ter que se conformar com uma posição mediana na tabela, contratações para o meio de campo, lateral-esquerda e principalmente ataque são mais que serão bem-vindas.

A equipe passou no sufoco pelo Campinense na Copa do Brasil, mas depois eliminou o jogo de volta contra o Londrina. No Mineiro, porém, caiu na semifinal para o campeão América-MG depois de terminar invicto a primeira fase. E na Primeira Liga conseguiu apenas um triunfo, sendo eliminado na etapa classificatória. Os resultados aumentam a pressão para que a Raposa volte a brigar pelo título nacional. No ano passado, o time não conseguiu o tri e nem mesmo uma vaga na Libertadores. 
Time-base:
Fábio; Lucas, Bruno Rodrigo, Léo (Manoel) e Sánchez Miño; Henrique, Ariel Cabral (Allano), Lucas Romero; Arrascaeta, Alisson e Willian. Técnico: Paulo Bento

Desempenho em 2016 

JOGOS:
19
VITÓRIAS: 11
DERROTAS: 3
EMPATES: 5
GOLS PRÓ: 29
GOLS CONTRA: 16

S0MANDO MINEIRO, COPA DO BRASIL E PRIMEIRA LIGA