Bruno Cassucci
29/10/2016
18:30
São Paulo (SP)

O torcedor do Corinthians reaprendeu a sofrer em 2016. Depois do título brasileiro no ano passado, jogando futebol envolvente e encantador, a Fiel estava até desacostumada a roer unhas, ver a equipe jogar mal, tropeçar em duelos considerados fáceis... Foi assim neste sábado. Com atuação ruim, o Timão empatou com a Chapecoense em 1 a 1, em Itaquera.

Mesmo bem abaixo do que pode produzir, o Corinthians saiu na frente no placar, em cobranças de pênalti de Giovanni Augusto, aos 28 minutos do segundo. Porém, dez minutos depois, também de pênalti, Bruno Rangel empatou e deixou o resultado mais justo. Em partida de nível técnico tão fraco, ninguém merecia ganhar.


Com o tropeço em casa, o Corinthians deixou o G6 do Campeonato Brasileiro. A Chape segue no meio da tabela, com chances remotas de rebaixamento.

Foi-se o tempo em que era cair em Itaquera e "já era". O setor Norte da Arena não foi o único interditado neste sábado. O meio de campo alvinegro esteve igual. A bola passava pouquíssimo por ali, e a equipe de Oswaldo de Oliveira só chegava próxima ao gol adversário com lançamentos.

Já o time catarinense, por sua vez, conseguia trocar passes e até foi melhor na primeira etapa. O técnico Caio Júnior optou por não poupar titulares, mesmo na semifinal da Copa Sul-Americana, e a Chape levou perigo a Walter e depois a Cássio, que substituiu o goleiro titular, que voltou a sentir dores na coxa direita.

No segundo tempo, mais no desespero do que na técnica, o Corinthians tentou partir para cima, mas não criou tanto. Quando conseguiu, pecou nas finalizações.

Rildo entrou bem e cavou pênalti, bem marcado. Mas do outro lado Lucas Gomes conseguiria o mesmo, ao ser derrubado por Pedro Henrique.

Depois, houve pouco tempo até para sofrer. Só restou lamentar...

FICHA TÉCNICA:
CORINTHIANS 1 X 1 CHAPECOENSE

Local:
Arena Corinthians, em São Paulo (SP)
Data/horário: 29 de outubro de 2016, às 16h30
Árbitro: Jean Pierre Gonçalves Lima (RS)
Auxiliares: Elio Nepomuceno de Andrade Júnior e Leirson Peng Martins (RS)
Público/Renda: 25.064 pagantes/ R$ 1.247.140
Cartões amarelos: Lucca (COR), Gimenez e Denner (CHA); 
Cartões vermelhos: -
Gols: Giovanni Augusto, aos 28'/2T (1-0); Bruno Rangel, aos 38'/2T (1-1)

CORINTHIANS: Walter (Cássio, aos 15'/1T); Fagner, Vilson, Pedro Henrique e Uendel; Camacho; Marquinhos Gabriel (Lucca, aos 13'/2T), Giovanni Augusto, Rodriguinho e Marlone (Rildo, aos 23'/2T); Romero. Técnico: Oswaldo de Oliveira.

CHAPECOENSE: Danilo; Gimenez, Thiego, Neto e Dener Assunção; Matheus Biteco, Gil (Hyoran, aos 30'/2T) e Cleber Santana (Josimar, aos 37'/2T); Ananias (Lucas Gomes, aos 30'/2T), Bruno Rangel e Tiaguinho. Técnico: Caio Júnior.